Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > VII Fórum Mineiro de Educação discute financiamento do sistema escolar

VII Fórum Mineiro de Educação discute financiamento do sistema escolar

“Precisamos unir os 853 municípios do Estado para encontrar uma solução para a Educação Pública de Minas Gerais”, afirmou Andréia Pereira da Silva, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação em Minas Gerais (Unidime-MG), na abertura do VII Fórum Mineiro de Educação. O evento aconteceu nesta quarta-feira, 15, durante o 36º Congresso da Associação Mineira de Municípios, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

O presidente da entidade, Julvan Lacerda, reforçou que “Dentro do municipalismo, existem várias vertentes, a mais importante para mim é a Educação. E para resolver os problemas da Educação, precisamos fortalecer os municípios para que eles possam gerir melhor suas escolas.” Segundo ele, as cidades vivem entre a cruz e a espada, pois querem prestar um serviço público de qualidade, mas estão amarradas por leis que não condizem com a realidade da gestão municipal.

“As políticas engessadas dos programas federais subfinanciados que eles nos jogam goela abaixo muitas vezes não atacam os problemas locais. Eles querem te dar uma geladeira, mas você diz que está precisando de cadeiras, ou de bebedouros. Quem sabe da realidade das escolas somos nós”, discursou Julvan. O presidente da AMM defendeu também que os municípios invistam em gestão qualificada para que tenham legitimidade para lidar com as responsabilidades que o movimento municipalista almeja assumir, com mais recursos direcionados para as secretarias municipais de Educação.

“Educação é investimento para que a gente colha no futuro. É importante termos essa consciência. E se a gente cortar agora não vamos ter o que colher. Precisamos lutar pela Educação Pública, não se faz um país, não se resgata nada, se não for pela Educação”, ressaltou Andréia. Ela lembrou das mobilizações que ocorrem em todo o Brasil em defesa do ensino público e destacou a importância do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb). Pereira da Silva defendeu também a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/15, que torna o fundo permanente: “Sem Fundeb, não há Educação.”

O encontro também discutiu as dificuldades do transporte escolar rural no Brasil, um País extenso e de população pulverizada; e segurança alimentar dentro e fora das escolas.

O 36° Congresso Mineiro de Municípios, promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM), acontece nesta terça e quarta-feira, dias 14 e 15 de maio, no Estádio Mineirão. O tema deste ano é: “Novos governos. Perspectivas, Desafios e Compromisso com os Municípios.”

Mais informações no portal da AMM (aqui). Confira a cobertura fotográfica aqui.