Home > Comunicação > Notícias > Último FPM de agosto não tem oscilação significativa e fecha com queda de 13,27%

Último FPM de agosto não tem oscilação significativa e fecha com queda de 13,27%

As prefeituras mineiras recebem o terceiro decêndio de agosto do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), na próxima sexta-feira, 28. Não houve oscilação em comparação ao mesmo período do ano passado. O repasse total será de R$ 252 milhões, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante chega a R$ 316 milhões, o que representa queda de 0,36% em termos nominais, ou seja, sem considerar os efeitos da inflação.

Deflacionada, a diferença é de 1,90%. Preocupa, porém, a diminuição no acumulado do mês, que é de 13,27% em relação a agosto de 2019, e do ano, de janeiro a este terceiro decêndio, que fica em 6,56%. Ambos os comparativos desconsideram efeitos inflacionários.

Por ser final de mandato, é preciso redobrar a atenção com o planejamento orçamentário e o fechamento das contas. Ciente das dificuldades da administração municipal, a Confederação Nacional de Municípios (CNM), juntamente com a Associação Mineira de Municípios (AMM) e demais entidades estaduais, também tem atuado com o Executivo e o Legislativo federal por auxílios financeiros. Nesse sentido, o movimento comemorou, recentemente, mais uma conquista: a recomposição do FPM até novembro dentro dos R$ 16 bilhões disponibilizados pela União para estados e municípios. O Apoio Financeiro garante aos entes os mesmos valores repassados em 2019.

Mais informações no Portal das Transferências da AMM (clicando aqui), e com a assessora do departamento de Economia da AMM, Angélica Ferreti, pelo telefone (31) 2125-2430. (Foto: Pixabay)

Fonte: AMM, com informações da CNM.