Home > Comunicação > Notícias > “Somos aplicadores de vacinas e não dispomos de imunizantes suficientes”, defende o presidente da AMM; para ele, municípios têm toda a estrutura para vacinar em tempo hábil

“Somos aplicadores de vacinas e não dispomos de imunizantes suficientes”, defende o presidente da AMM; para ele, municípios têm toda a estrutura para vacinar em tempo hábil

A imprensa mineira (Estado de Minas, O Tempo, Itatiaia) repercutiu a crítica do presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, à fala do governador Romeu Zema, sugerindo que os municípios não têm efetivado a vacinação com todas as doses disponíveis. “99% das cidades vacinam imediatamente, se existe algum caso de município que não está vacinando, é caso isolado. O governador foi infeliz nessa colocação dele, porque generaliza a situação. É claro que em algum caso isolado pode acontecer, da vacina não ser aplicada, mas eu não acredito que isso aconteça”, disse.

Segundo o jornal O Tempo, embora seja o terceiro Estado mais rico do país e o segundo mais populoso, Minas está entre os cinco que, percentualmente, menos usaram os imunizantes enviados. De acordo com dados do Vacinômetro do Ministério da Saúde dessa quinta-feira (8),

Em declaração para o jornal, Julvan Lacerda destaca que as vacinas estão sendo aplicadas pelos municípios, sim, e o que existe é um déficit operacional no sistema estadual. “Os prefeitos estão é pedindo mais vacinas, o que fica estocado é para a segunda dose. Que prefeito que vai ser doido de estocar vacina? Assim que chega, as doses já são aplicadas. A falha está é no gerenciamento do sistema (eletrônico) do governo”, argumenta.

Para a Itatiaia, Julvan também destacou que prefeitos inclusive, até lançam um desafio ao governador. “Porque o que existe pra nós, aqui do interior, é uma pressão grande da população em cima dos prefeitos, todos querendo ser vacinados. Então, a vacina chega e os servidores já providenciam para aplicar prontamente. Inclusive tem prefeitos fazendo um desafio para o governador, que se quiser mandar o tanto de vacina da cidade inteira que eles vacinam a cidade inteira em 48 horas”, desafiou.

Mais doses

Nesta quinta-feira (8/4), Minas Gerais recebeu seu 12º lote de vacinas, com cerca de 478 mil imunizantes. Elas chegaram a Belo Horizonte no fim da tarde e serão repassadas às 28 regionais de saúde do estado.

Ao jornal Estado de Minas, Julvan ressaltou que: “As prefeituras têm se desdobrado para fazer a vacinação, com equipes mobilizadas. O governo faz um momento cinematográfico, com escolta de polícia para remover uma caixa com sete vacinas. Isso é vexatório. Ele deveria mandar a vacina para os municípios, que eles aplicam as doses. Os profissionais de saúde sabem das necessidades e têm sido pressionados. Não vamos aceitar essa generalização”, completou o presidente da AMM.

Acesse as matérias completas:

Estado de Minas: https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2021/04/08/interna_politica,1255201/associacao-de-municipios-rebate-zema-sobre-demora-na-vacinacao.shtml  

O Tempo: https://www.otempo.com.br/cidades/minas-gerais-aplicou-so-metade-das-vacinas-contra-covid-19-que-recebeu-1.2470020

Itatiaia: