Home > Comunicação > Notícias > SES-MG celebra Acordo de Cooperação Técnica para a prevenção do câncer em Minas

SES-MG celebra Acordo de Cooperação Técnica para a prevenção do câncer em Minas

O veículo, que irá percorrer cidades do interior do Estado levando atendimentos às famílias, conta com médicos e equipamentos de última geração, como raio-x e ultrassom digitais, capazes de identificar e diagnosticar vários tipos de tumores

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, o médico Fábio Baccheretti, juntamente com o desembargador Gilson Soares Lemes, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Roberto Otto Augusto de Lima, provedor da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, e José Marcílio Nunes Filho, presidente da Casa de Acolhida Padre Eustáquio (Cape), participaram, nesta terça-feira, 19/4, da cerimônia de celebração do Acordo de Cooperação Técnica para a prevenção do câncer em Minas. O evento aconteceu na sede do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

O acordo tem como objetivo o diagnóstico precoce da doença entre a população carente do Estado, por meio do projeto Social Preventivo ao Câncer – Carreta Itinerante Cuidando da Família. O veículo, que irá percorrer cidades do interior do Estado levando atendimentos às famílias, conta com médicos e equipamentos de última geração, como raio-x e ultrassom digitais, capazes de identificar e diagnosticar vários tipos de tumores.

O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, reforçou a importância da cooperação para a prevenção de casos de câncer em Minas. “É uma iniciativa muito boa, pois um diagnóstico precoce ajuda na cura da doença e evita sobrecargas no sistema de saúde pública”, disse.

Ao citar dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), que apontam a estimativa de 625 mil novos casos de câncer no País neste ano, o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Gilson Lemes, acrescentou que a desigualdade social é um dos fatores de aumento dos casos da doença e que o TJMG tem se empenhado em ações de responsabilidade social. “Para além da função de julgar processos, o Tribunal permanece mobilizado para contribuir com a saúde e o bem-estar da população e dará total apoio na divulgação dessa empreitada”, afirmou.

Roberto Otto, provedor da Santa Casa, aponta que o projeto visa prestar atendimentos à família, “Nossa intenção é motivar que toda a família compareça para consulta, quando poderemos identificar, por exemplo, um câncer de próstata no pai, um câncer de mama na mãe e vários tumores que atingem crianças e adolescentes”, explica.

Em complementação, o presidente da Casa de Acolhida Padre Eustáquio, organização não-governamental que acolhe e cuida de crianças com diagnóstico de câncer, José Marcílio Nunes, reforçou que “o projeto busca proporcionar, além do atendimento e diagnóstico, o encaminhamento para o tratamento da doença”.

Fonte: SES-MG

Mais informações com a assessora técnica de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433.