Home > Comunicação > Notícias > “Sempre precisamos estender a mão do Estado à população que vive em estado de vulnerabilidade”, diz Julvan Lacerda em lançamento de projeto social

“Sempre precisamos estender a mão do Estado à população que vive em estado de vulnerabilidade”, diz Julvan Lacerda em lançamento de projeto social

Projeto Recomeço faz parte do pacote de ações do Estado para amenizar os impactos sociais provocados pela pandemia 

Reduzir a distância entre as vagas dos mais diversos setores produtivos de Minas e as pessoas que precisam de um trabalho, por meio de parcerias com empresas; além de desenvolver cursos para o ensino de um ofício e capacitações. Essa é a missão do Projeto Recomeço, lançado pelo governador Romeu Zema e a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, nesta quinta-feira (29). O presidente da AMM e primeiro vice-presidente da CNM, Julvan Lacerda, participou do evento, quando reforçou a importância da iniciativa neste momento tão delicado para a economia do País e o bem-estar da população. “Sempre precisamos estender a mão do Estado à população que vive em estado de vulnerabilidade.”

Julvan Lacerda reforçou, que, neste momento, o projeto é mais importante ainda “porque as mazelas da vulnerabilidade social se intensificaram em consequência do desemprego que se gerou, da concentração maior de receita, porque a gente sabe que houve uma injeção de recursos na nossa economia, em todo o País. Ontem, eu escutei o presidente Joe Biden, falando sobre o que aconteceu nos EUA, que está se recuperando mais rapidamente e nós precisamos seguir os passos deles. Lá, um trilhão de dólares se concentrou nas mãos de 650 pessoas enquanto 20 milhões perderam seus empregos. Esses são os números de um país que está lidando bem com a pandemia. E o Estado responsavelmente lançou este projeto, usando as ferramentas que tem para minimizar o impacto neste momento tão difícil em que vivemos. Parabéns e contem com os municípios na execução e implementação das ações, o que é também a nossa missão”, frisou Julvan Lacerda.

Com o projeto, o Governo de Minas pretende criar oportunidades para a população mais vulnerável a fim de amenizar os impactos sociais provocados pela pandemia. O projeto compreende ações de articulação com órgãos governamentais das esferas federal, estadual e municipal, setores produtivos, organizações não-governamentais e entidades.

O Projeto Recomeço foi elaborado a partir da preocupação do Estado com empobrecimento da população, após o fim do auxílio emergencial. Para isso, foi pensado o projeto com três eixos de articulação: órgãos governamentais, setores produtivos, organizações não-governamentais e entidades. No eixo das ações governamentais, importantes parcerias já foram e estão sendo desenhadas para reduzir a distância entre as vagas dos mais diversos setores produtivos de Minas e as pessoas que precisam de um trabalho, além de desenvolver cursos para o ensino de um ofício e capacitações.

Mais informações com a assessora do departamento de Assistência Social da AMM, Jéssica Araújo, pelo telefone (31) 2125-2404.