Home > ÁREAS TÉCNICAS > Cultura e Turismo > Secult lança selo “Cidade Amiga do Audiovisual” e gestores já podem cadastrar municípios

Secult lança selo “Cidade Amiga do Audiovisual” e gestores já podem cadastrar municípios

Governo de Minas Gerais anuncia projeto de políticas de fomento para o setor audiovisual 

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), por meio da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), lançou o selo “Cidade Amiga do Audiovisual”, projeto da Minas Film Commission para fomentar o setor audiovisual mineiro. A AMM é parceira da Secult e esta iniciativa integra o Plano Descentra Cultura, da Secretaria.

A iniciativa busca incentivar os municípios a desenvolverem práticas que facilitem e atraiam produções audiovisuais nas suas localidades. A visibilidade das cidades qualificadas vai gerar impactos na economia, dar incentivo ao turismo e exposição ao comércio. Durante o lançamento em Nova Lima, primeira cidade a aderir ao projeto, foi aberto o cadastramento para municípios interessados em integrar a Minas Film Commission. A inserção das cidades vai facilitar o diálogo do mercado audiovisual com o poder público e permitir o acesso a práticas, estratégias e ferramentas.

O evento aconteceu na Casa Aristides, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 21 de dezembro e contou com a participação do secretário de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, do presidente da EMC, Sérgio Rodrigo Reis, do prefeito de Nova Lima, João Marcelo Dieguez, do secretário municipal de Cultura e Turismo, Leonardo Costa, além de outras autoridades e representantes do setor audiovisual.

“O Selo Cidade Amiga do Audiovisual é importante porque, com esta iniciativa, o mercado vai se preparando e vamos assessorando as prefeituras para que tomem medidas para atração de investimento na área, como atração de artistas e o incentivo à formação, para que as cidades possam se tornar polos de audiovisual. Esse setor engloba uma cadeia extremamente importante e, neste momento de retomada das atividades, tende a crescer cada vez mais. O audiovisual é, dentro da Cultura, a cadeia produtiva que mais gera emprego e renda e movimenta a economia criativa, porque ele fomenta o turismo, o desenvolvimento local e as paisagens”, destacou o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.

Na ocasião, o presidente da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), Sérgio Rodrigo Reis, falou sobre a importância do projeto para maior valorização da cultura, dos cenários, da tradição dentro da perspectiva do audiovisual. “Hoje, todo mundo tem o audiovisual na palma da mão. Isso virou um mecanismo importantíssimo de promoção dos destinos. Só que poucos locais têm sido palco dessas produções cinematográficas, audiovisuais e televisivas, porque eles não se preparam para receber, para dar as condições para que os realizadores filmem e realizem suas produções. O selo Cidade Amiga do Audiovisual é uma política pública, dentro do Descentra Cultura, para fazer com que essas cidades se preparem para receber e para que se tornem atrativas para essas produções”, disse o presidente da EMC.

O cadastro de municípios será a primeira etapa de um processo de certificação das cidades para que se qualifiquem como locações atrativas para produtores audiovisuais e para que recebam o selo. Os municípios interessados podem se cadastrar aqui.

Mais informações com a assessora do departamento de Cultura e Turismo da AMM, Brenda Grandioso, pelo telefone (31) 2125-2437.