Home > Comunicação > Notícias > Seca e estiagem deixam 151 municípios mineiros em estado de emergência

Seca e estiagem deixam 151 municípios mineiros em estado de emergência

O Ministério da Integração Nacional reconheceu, nesta terça-feira (25 de julho), a situação de emergência de 151 municípios de Minas Gerais em função do extenso período de seca. Com a medida, as prefeituras poderão solicitar o apoio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) para ações de assistência à população e restabelecimento de serviços essenciais. As portarias foram publicadas no Diário Oficial da União e têm vigência por 180 dias.

Para obter apoio material e financeiro do Ministério da Integração Nacional para ações emergenciais, os municípios devem apresentar um relatório com diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID). Após análise, o Ministério da Integração define o valor do recurso a ser disponibilizado.

Catitu é uma das cidades que consta na lista no Ministério. De acordo com o prefeito do município e diretor da AMM Regional Norte, José Barbosa Filho, esse reconhecimento reflete o estado de emergência que se encontram esses municípios. “Como prefeito e diretor da AMM, aconselho a todos os gestores públicos das cidades atingidas pela seca a apresentarem os relatórios com urgência.”

A diretoria da AMM é representada, na Região Norte, por prefeitos dos municípios de Catitu, Padre Carvalho e Patis e as três cidades estão na lista.

Apoio federal

O Governo federal tem direcionado ações para apoiar as regiões afetadas pelo extenso período de seca e estiagem no País. Além de obras estruturantes, adutoras e barragens, os recursos federais servem à instalação de cisternas, de sistemas coletivos de abastecimento, à construção de pequenas barragens, barreiros, poços, entre outras tecnologias complementares.

Confira a portaria N° 104 e a lista dos municípios mineiros aqui.

Mais informações com o assessor do departamento de Meio Ambiente da AMM, Licínio Xavier, pelo telefone (31) 2125-2418.

Com informações do Portal da Integração Nacional. Foto: Pixabay.

Publicado em 25 de julho de 2017.