Home > Comunicação > Notícias > Presidente da AMM participa de live do jornal O Tempo sobre os principais desafios dos prefeitos eleitos em 2020

Presidente da AMM participa de live do jornal O Tempo sobre os principais desafios dos prefeitos eleitos em 2020

“É no município que o dinheiro deve estar para a gente devolver isso ao cidadão, que pagou imposto, por meio da prestação de serviço.” A declaração é do presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), 1º vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, durante a transmissão ao vivo “Live O TEMPO POLÍTICA – Quais os principais desafios dos prefeitos eleitos em 2020”, nesta sexta-feira (27).

Ao longo da entrevista Julvan Lacerda frisou a importância de diminuir a burocracia nos trâmites de repasses aos municípios, de haver menos concentração da verba na União e maior investimento nas cidades, na qualidade de vida do cidadão.

“O dinheiro tem que ficar nos municípios. Nós todos usamos o serviço público. Mas há muita gente que depende do serviço público. Se não tiver um serviço público de saúde, aquela pessoa não tem acesso à saúde. Quando a gente fomenta o desenvolvimento local, melhora esses índices.”

Julvan ressaltou, ainda, o trabalho da AMM para aprimorar a gestão pública, sobretudo por meio da capacitação de gestores e servidores públicos com as parcerias da Associação com o Sebrae, TRE-MG, TCEMG e MPMG para execução de cursos e capacitações. “A gente está fomentando o trabalho da AMM por meio do Centro de Qualificação para a Gestão Pública (CQGP) e investindo, com esses parceiros, na qualificação da gestão, para termos uma gestão fiscal mais eficiente.”

Outro tema abordado pelos jornalistas foi a pulverização dos partidos nessas eleições. Julvan explicou que as ideologias estão dando espaço à nova forma de fazer política. “Perdeu-se muito a afiliação partidária por ideologia. Hoje, é mais um grupo da cidade que forma… Isso faz parte do amadurecimento democrático do nosso País. Ainda estamos construindo a nossa jovem democracia.”

O gestor reforçou, ainda, o trabalho de união da AMM em prol do bem comum e do desenvolvimento dos municípios. “A AMM é uma instituição apartidária. No meu primeiro mandato, tínhamos as mais diversas bandeiras partidárias na diretoria. A Associação tem que ser isenta.”

Confira a live na íntegra AQUI.