Home > Comunicação > Notícias > Prefeitos salientam demandas dos municípios durante encontro da AMM com senadores mineiros nesta sexta-feira (23)

Prefeitos salientam demandas dos municípios durante encontro da AMM com senadores mineiros nesta sexta-feira (23)

Prefeitos das diferentes regiões mineiras tiveram espaço para falar sobre as demandas dos municípios mineiros após um ano da pandemia do coronavírus durante reunião online promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM) com os três senadores mineiros – Rodrigo Pacheco, Antonio Anastasia e Carlos Viana.

O evento reuniu cerca de 300 prefeitos de todas as regiões do Estado, que participaram da apresentação das pautas municipalistas mais urgentes ao enfrentamento da pandemia. O encontro online, comandado pelo presidente da entidade, Julvan Lacerda, aconteceu na manhã desta sexta-feira (23).

Com a palavra, os prefeitos:

A prefeita de Uberaba, Elisa Araujo, pediu mais sensibilidade financeira para o enfrentamento da pandemia, principalmente no auxílio à população carente que passa por maior pobreza e, também, uma comunicação efetiva para enfrentamento à pandemia com um protocolo padronizado para as ações.

O prefeito de Almenara, Ademir Gobira, da região do Vale do Jequitinhonha, reforçou a importância de um olhar especial para as regiões desfavorecidas, menos desenvolvidas, com uma política de desenvolvimento regional e maior investimento na saúde. O gestor solicitou, ainda, maior diálogo do governo doestado com os municípios acerca do protocolo de enfrentamento à Covid.

O prefeito de Montes Claros, Humberto Guimarães Souto, falou sobre a saúde pública, reforçando a possibilidade de produzir vacinas humanas e de se discutir a extensão da fabricação nacional de vacinas para Covid-19. O gestor ressaltou a falta de kit intubação e a busca por uma solução para a distribuição e financiamento ao Estado para aquisição das vacinas.

O prefeito de Camanducaia, Rodrigo Alves, reforçou a importância do setor do turismo para o desenvolvimento dos municípios e solicitou auxílio, uma vez que as cidades foram muito afetadas pela paralisação das atividades decorrente da pandemia.

A prefeita de Lavras, Jussara Menicucci, salientou a dificuldade no recebimento dos kits intubação. A prefeita reforçou, ainda, que é preciso designar os recursos do acordo da Vale para a saúde.

O Prefeito de Governador Valadares, Andre Merlo, frisou que as cidades polo estão ficando com a responsabilidade, sem apoio, e que é preciso ajuda maior do governo federal.

O Prefeito de Ponte Nova, Wagner Mol, pediu apoio aos consórcios intermunicipais de saúde e maior distribuição de recursos.

O prefeito de Piumhi, Paulo Cézar Vaz, falou sobre a coordenação unitária do combate à pandemia.

O prefeito de Luz, Augusto Corrêa, frisou a necessidade de uma coordenação nacional para o combate à pandemia e que o governo federal precisa encontrar um rumo para a economia.

O prefeito de Monte Sião, José Pocai Junior, ressaltou que o comércio não pode ser prejudicado com a paralisação das atividades em virtude da pandemia.

O prefeito de Abaeté, Ivanir Deladier, pediu auxílio à economia nos municípios, potencializando as atividades comerciais.

O prefeito de Padre Carvalho, José Nilson Bispo de Sá (Nilsinho), reforçou que a pobreza no Norte de Minas aumentou, com maior índice de desemprego e que é preciso benefícios fiscais para médias e pequenas empresas. O gestor citou, ainda, o PL 5829 que fala sobre a energia solar, e a possibilidade de geração de empregos no Norte de Minas.

Prefeito de Pirajuba, Airton Alves, reforçou como sendo uma solução para a Educação a vacina ser prioritária aos professores das escolas em todos os municípios.

O prefeito de Três Marias, Adair Divino da Silva (bem ti vi), falou sobre a necessidade de se buscar alternativa para o retorno das aulas presenciais.

O prefeito Arinos, Marcílio Almeida, reforçou a importância da instalação de um hospital regional no Noroeste, única região de Minas que não tem hospital.

Confira AQUI a cobertura do evento na íntegra e as demandas apresentadas aos senadores mineiros.