Home > Comunicação > Notícias > Pesquisa da Rádio ALMG apura perfil das rádios em Minas Gerais

Pesquisa da Rádio ALMG apura perfil das rádios em Minas Gerais

As rádios que funcionam em Minas Gerais estão sendo convidadas a participar de uma pesquisa organizada pela Rádio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O principal objetivo desse trabalho é conhecer o perfil das que já são parceiras da agência de notícias radiofônicas, seja por meio de participações ao vivo com a apresentação do Correspondente Assembleia, ou com a transmissão de notícias e programas em áudio, baixados da página que mantém no Portal do Legislativo. Atualmente, 230 emissoras do Estado recebem os boletins ao vivo e 960 são cadastradas para receber por e-mail e WhatsApp.

Esse é o primeiro levantamento completo que a Rádio Assembleia realiza com as emissoras parceiras do serviço, desde sua criação no ano 2000. De acordo com os organizadores, para responder à pesquisa completa, o radialista levará em torno de 10 minutos. O formulário ficará no ar até o dia 30 de julho.

Qualquer radialista que atualmente é funcionário ou proprietário de rádios no Estado pode responder à pesquisa e ainda pode sugerir conteúdos sobre a ALMG, que seriam úteis à sua programação ou audiência.

formulário e toda a metodologia da pesquisa foram elaborados com a orientação da professora Nair Prata, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), mestre em Comunicação, doutora em Linguística Aplicada e uma das maiores estudiosas do rádio no Brasil, autora de vários livros sobre o assunto.

Conteúdo

Entre outros dadosa sondagem vai apurar quais emissoras AM mineiras já fizeram a migração para o modo de transmissão FM e quais pretendem fazer essa mudança em breve. Também há perguntas sobre o impacto disso no funcionamento, na grade da rádio e sobre a intenção de manter ou passar a utilizar na sua programação os conteúdos que a Rádio Assembleia produz. A pesquisa apura a presença das rádios mineiras em redes sociais, o conhecimento que têm sobre seu ouvinte e como é feita a medição das suas audiências.

As emissoras que ainda não são parceiras da Rádio Assembleia poderão indicar, durante o questionário se gostariam de receber gratuitamente o material produzido pela equipe do Legislativo.