Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > Painel da AMM lota teatro em Belo Horizonte com a presença de centenas de prefeitos

Painel da AMM lota teatro em Belo Horizonte com a presença de centenas de prefeitos

Anastasia falou de suas propostas municipalistas e Zema não compareceu, alegando problemas de agenda

A proposta inicial era um painel, promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM), entre os dois candidatos ao governo de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB) e Romeu Zema (Novo), para esclarecerem suas propostas paras demandas dos municípios, principalmente com os atrasos dos repasses do Estado que somam uma dívida de R$ 9,4 bilhões. Mas apenas Antonio Anastasia se submeteu à sabatina com mediação do presidente da AMM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, na tarde dessa segunda-feira, 22 de outubro, em Belo Horizonte. Mais de 700 pessoas, entre 328 prefeitos e ainda vereadores, secretários municipais e lideranças estiveram presentes. O candidato Romeu Zema enviou uma nota, às 15H15mim, alegando problemas de agenda.

“Infelizmente, um dos candidatos não veio, mas o Anastasia veio e se mostrou firme e coerente com as propostas, assumindo importantes compromissos com os municípios”, disse Julvan Lacerda.  Para o presidente da AMM, o principal adversário da gestão municipal hoje é o governo do estado e não pode ser assim. “Seja quem for eleito, queremos que ele seja o principal parceiro dos municípios, para juntos sairmos dessa crise jamais vista”, destacou.

O candidato presente respondeu a questões elaboradas pelos técnicos da AMM e a perguntas sorteadas dos prefeitos que compareceram ao painel. Na pauta, como os candidatos agirão frente a divida do governo estadual com os municípios mineiros, entre outros pontos. Anastasia se comprometeu a regularizar o fluxo dos repasses, se eleito, e negociar junto a cada município a dívida gigantesca que pode ser deixada pelo governo Pimentel.

Em relação à Saúde, a questão dos hospitais regionais foi importante na fala de Anastasia. Segundo ele, serão retomadas as obras e a política que permitirá a reestruturação do que é concebido pelo SUS. Outras importantes pautas, como judicialização da saúde, lei da securitização, turismo, transporte escolar e turismo e cultura também foram abordados.

O prefeito de Boa Esperança, Hideraldo Henrique da Silva, lamentou que Zema não tenha comparecido. “O painel foi interessante, mas uma pena que o candidato Zema não esteve presente, porque mostrou claramente que Anastasia está preparado e a ausência das propostas de Zema aqui hoje me preocupa. Queria ter tido a oportunidade de ouvi-lo”, disse.

O prefeito de Muriaé, Grego, agradeceu a oportunidade de ouvir as propostas voltadas para os municípios e elogiou a Associação pela iniciativa. “Eu espero que o próximo governador de Minas Gerais assuma as suas responsabilidades com os municípios mineiros, fazendo totalmente diferente do atual governo. Quero parabenizar o Julvan por esse encontro, onde a AMM se mostra, mais uma vez, apartidária e em defesa dos interesses dos mineiros e das prefeituras do estado”.

Também compareceram ao painel da AMM, os senadores eleitos Rodrigo Pacheco (DEM) e Carlos Viana (PHS) além de vários deputados federais e estaduais.

Publicado em 22 de outubro de 2018.