Home > ÁREAS TÉCNICAS > Cultura e Turismo > Municípios assinam contratos do Digitaliza Brasil; diretor da AMM destaca importância do projeto que beneficiará 470 cidades mineiras

Municípios assinam contratos do Digitaliza Brasil; diretor da AMM destaca importância do projeto que beneficiará 470 cidades mineiras

Minas Gerais é o estado pioneiro na operacionalização do projeto “Digitaliza Brasil”, garantindo a chegada da programação da Rede Minas a 470 municípios com até 50 mil habitantes. Com isso, 4,7 milhões de mineiros vão ter acesso ao conteúdo da emissora pública mineira. O prefeito de Itapecerica e Diretor Regional Centro-Oeste da Associação Mineira de Municípios (AMM), Wirley Reis (Teko), representou o presidente da entidade e 1º vice-presidente da CNM, Julvan Lacerda, no evento, nesta quarta-feira (16/3), na Sala Minas Gerais, sede da Orquestra Filarmônica.

Na cerimônia, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), e o Ministério das Comunicações formalizaram o “Digitaliza Brasil”, projeto que tem a proposta de levar o sinal da TV digital para diversos municípios no País. A assinatura simbólica dos contratos entre governo e prefeituras contou com a participação do secretário de estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, do presidente da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), Sérgio Rodrigo Reis, do secretário de Radiodifusão do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão, do presidente da Empresa Brasil de Comunicações, Glen Valente, entre outras autoridades e gestores municipais.

De acordo com secretário Leônidas Oliveira, este é um momento de celebração para toda a população mineira, que passará a ter a Rede Minas mais próxima e mais presente em seus lares. Segundo o titular da Secult, com a consolidação desse projeto, a cultura e o turismo, bem como a mineiridade, serão elementos cada vez mais significativos para as pessoas, que poderão ter acesso à grade de programação da emissora pública e conhecer, cada vez mais, o próprio Estado.

“O Digitaliza Brasil é um programa que vai garantir o acesso à TV Digital. A participação de Minas Gerais foi uma conquista do governo estadual, por meio da Empresa Mineira de Comunicação. Esse projeto vai revolucionar a mineiridade, diante da qualidade com que os programas da Rede Minas são produzidos. Junto com a EBC, nossa grande parceira neste momento, levamos notícias, arte, cultura e formação de qualidade. E é só pela comunicação e pela formação de qualidade, e a TV pública tem esse papel, que nós vamos mudar o Brasil”, disse o secretário.

O presidente da EMC, Sérgio Rodrigo Reis, explicou que, por meio dessa iniciativa, a Rede Minas vai estabelecer um vínculo ainda mais forte com a população do Estado. “Há um grande desafio de produzir e levar conteúdo qualificado para os lares dos mineiros e nós já estamos avançando muito. Com o projeto ‘Gerais+Minas’, temos contado nossas histórias e mostrado o nosso território. O Digitaliza Brasil vai nos auxiliar a difundir ainda mais esse sentimento de ser mineiro”, destacou.

O prefeito Wirley Reis (Teko) ressaltou o empenho da Secretaria de Estado de Turismo e, também, do Governo Federal, por meio deste projeto grandioso, que traz a comunicação e a informação a cidades mineiras. “É muito difícil para os pequenos municípios este investimento para que possa chegar este sinal às nossas cidades. Os pequenos municípios não têm recursos para investir na questão da comunicação, então, é um projeto grandioso, que atinge aquela senhora que gosta do canal de televisão para fazer oração; a pessoa que quer informação dos projetos do governo; além disso, aqui, tem a Secult que vai levar informação do turismo no estado de Minas Gerais, que gera emprego e renda. É uma fonte de informação muito grande. Agradecemos o empenho de nossos deputados, deputadas, dos gestores, do governo federal, juntamente com o governo do Estado, sobretudo o empenho do secretário Leônidas”, reforçou o prefeito.

A cerimônia de assinatura dos contratos do Digitaliza Brasil foi transmitida ao vivo pelo canal de YouTube da Secult. Confira a íntegra da solenidade AQUI.

Acesso ao sinal digital   

O Digitaliza Brasil é uma iniciativa do Ministério das Comunicações para garantir o acesso dos brasileiros à TV digital. O protocolo de intenções entre a EMC e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) foi assinado em outubro de 2021. Desde então, diversos municípios mineiros já aderiam ao projeto, e Minas Gerais está na lista dos estados que vão ser contemplados na primeira fase do projeto, abrangendo 28,7% do total de municípios que serão atendidos no País, o que corresponde a um montante de cerca de R$ 200 milhões.

De acordo com o secretário de Radiodifusão do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão, a TV é um bem de consumo presente em mais de 90% dos lares brasileiros e, foi a partir dessa perspectiva que o ministério optou por desligar, até 2023, o sinal analógico em todo o País. No total, 1.638 municípios estão aptos a integrar o Digitaliza Brasil, e, em Minas, já são 470 cidades contratualizadas. Para Martinhão, a forte adesão de Minas ao projeto vai projetar o estado em diversas telas do território nacional.

“É um programa focado em levar qualidade de imagem, som e interação com a internet para os pequenos municípios do Brasil. Aqui, em Minas, são em torno de cinco milhões de pessoas beneficiadas com esse projeto e o impacto nacional dessa iniciativa vai ser vista por outros milhões de brasileiros. Os conteúdos produzidos aqui, em especial pela Rede Minas, são de altíssima qualidade, é e exatamente esse o nosso interesse em fomentar o sinal digital. Por meio da TV Brasil e da Rede Minas, esse estado vai ser visto e admirado”, afirmou.

De Minas para Minas  

Com o Digitaliza Brasil, o sinal digital vai chegar às cidades mineiras que, até então, contavam apenas com transmissão analógica. A adesão vai permitir a difusão, de qualidade, da TV aberta. Dessa forma, o sinal da Rede Minas para o Estado é ampliado, possibilitando aos mineiros acompanhar a programação educativa, cultural, de informação e entretenimento da emissora pública. Atualmente, a Rede Minas também atende aos estudantes com teleaulas, em um compromisso com a educação.

O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Glen Valente, destacou que a grande adesão dos municípios mineiros ao Digitaliza Brasil sinaliza para o sucesso do projeto. Minas Gerais agiu muito rápido e, até o fim de 2022, vai estar em um momento diferente em relação aos demais estados. Isso quer dizer que essa mineiridade, que vocês têm tanto orgulho, será exibida em todo o Brasil. A relação celebrada aqui hoje é uma relação de ‘ganha-ganha’, com um importante legado que vamos deixar para o futuro”, pontou.

Prazos   

As obras para instalação dos transmissores começam ainda em 2022, com equipamentos que levarão o sinal digital de TV para os municípios contemplados no programa, que também vai oferecer conversores de televisão com interatividade e desempenho otimizado para as famílias integrantes do Cadastro Único (CadÚnico), Beneficiários do programa Bolsa Família, que atendem aos critérios estabelecidos Decreto nº 6.135, de 2007, também serão contemplados pela iniciativa.

A Rede Minas oferece programação própria focada em educação, cultura, informação e entretenimento e coloca, na tela, os municípios mineiros e suas pluralidades. A emissora também se destacou como pioneira na exibição de conteúdos escolares para estudantes. Mais informações sobre a emissora estão disponíveis em www.redeminas.tv.

Créditos das imagens: Paulo Lacerda