Home > Comunicação > Notícias > Ministérios da Saúde e das Relações Exteriores emitem nota conjunta sobre a chegada ao Brasil de vacinas da “COVAX Facility”

Ministérios da Saúde e das Relações Exteriores emitem nota conjunta sobre a chegada ao Brasil de vacinas da “COVAX Facility”

O Brasil recebeu, neste domingo (21), o primeiro carregamento de doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a COVID-19, produzidas pelo laboratório sul-coreano SK Bioscience e adquiridas no âmbito da iniciativa “COVAX Facility”. Foram 1.022.400 doses que chegaram no aeroporto de Guarulhos, São Paulo. Até o final de março, serão entregues, pelo mesmo fabricante, mais 1,9 milhão de doses do mesmo fabricante.

O carregamento integra a primeira remessa da COVAX Facility ao Brasil, que totalizará 9,1 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, a serem entregues até maio de 2021. De acordo com o contrato de adesão do Brasil à iniciativa, firmado em 25 de setembro de 2020, o país terá acesso a 42,5 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19.

Como previsto no âmbito da COVAX Facility, a entrega ficou a cargo do Fundo Rotatório da Organização PanAmericana de Saúde (OPAS/OMS), mecanismo que há 35 anos auxilia os países da região ao promover o acesso a vacinas e produtos correlatos.

A distribuição das vacinas seguirá o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19, sustentada pela tradição de sucesso do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Sistema Único de Saúde do Brasil.

A chegada dessas doses faz parte do concretiza o resultado de um inédito esforço internacional, do qual o Brasil participou ativamente, com vistas a facilitar o acesso rápido e equitativo de todos os países às a vacinas contra a COVID-19.

A Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI), do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis (DEIDT) da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS), elaborou informe técnico com orientações técnicas relativas à continuidade da campanha de vacinação nacional contra a Covid-19. Acesse: setimo-informe-tecnico_-9-pauta-de-distribuicao-e-atualizacao-das-orientacoes-referentes-a-8-pauta-de-distribuicao (1)