Home > Coronavírus > Minas Gerais tem 105 municípios com casos confirmados do coronavírus

Minas Gerais tem 105 municípios com casos confirmados do coronavírus

O Estado é grande, concentra o segundo maior colégio eleitoral do Brasil e pode ser um dos locais para se conhecer melhor como se dissemina o coronavírus. No boletim desta terça-feira (14 de abril), constam 884 casos confirmados da doença causada pelo Covid-19, em 105 municípios de Minas Gerais.

Em se tratando de um estado muito extenso, os casos estão presentes em pouco mais de 10% dos municípios mineiros, porém, o assustador é a velocidade com que o vírus se espalha.

Conforme informações da Secretaria de Estado da Saúde, há cerca de um mês, apenas as cidades de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais, e Ipatinga, no Vale do Aço, constavam na lista de casos confirmados de coronavírus, com uma paciente em cada uma delas.

Nesses trinta dias, o vírus alcançou 105 municípios, levou 23 pessoas ao óbito e os índices são alarmantes, pois há 63.951 casos suspeitos de coronavírus no Estado.

Os municípios em que há maior índice de contaminação são: Belo Horizonte (com 367 doentes e seis mortes); Juiz de Fora (com 74 doentes e duas mortes); Uberlândia (com 57 doentes e quatro mortes); Nova Limas (44 doentes); Divinópolis (com 30 doentes e uma morte); Uberaba (com 20 doentes e uma morte); Lagoa da Prata (com 14 doentes); Pouso Alegre (com 13 doentes e duas mortes).

Por tudo isso, a Associação Mineira de Municípios (AMM) orienta os gestores públicos e toda a população a seguirem as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), respaldadas pelo Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde.

Com o decreto do Governo do Estado e as orientações das entidades: Fica proibido o funcionamento do comércio em todas as cidades mineiras. A exceção são os estabelecimentos que vendem produtos ou prestam serviços essenciais, como padarias, supermercados e farmácias; proibido também a realização de eventos e de reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluindo excursões, cursos presenciais e outros com mais de 30 pessoas.

A população deve ficar em casa, de forma isolada, e tomar cuidados de higienização das mãos, com água e sabão ou álcool em gel 70%, todas as vezes que tiver contato externo.

Confira o boletim completo AQUI.

Mais informações com a assessora do departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433. (Foto: Agência Brasil)