Home > Coronavírus > Minas Gerais registra 703 casos de pessoas infectadas pelo coronavírus em investigação

Minas Gerais registra 703 casos de pessoas infectadas pelo coronavírus em investigação

Os números assustam, mas, o mais importante é a população colaborar com as orientações do Governo para evitar a disseminação do vírus no Estado. Conforme o Informe Epidemiológico do dia 18 de março, até o momento, foram notificados 810 casos de infecção humana pelo COVID-19. Destes casos, 88 foram descartados, 703 estão em investigação como suspeitos e 19 casos foram confirmados.

Descrição dos casos:

  • Foram confirmados casos nos municípios de:
  • Belo Horizonte (10 casos).
  • Nova Lima (1 caso).
  • Divinópolis (1 caso).
  • Coronel Fabriciano (1 caso).
  • Juiz de Fora- (2 casos).
  • Patrocínio (1 caso).
  • Ipatinga (1 caso).
  • Sete lagoas (1 caso).
  • Uberlândia- (1 caso).

Confira o informe Epidemiológico Coronavírus aqui.

Acompanhe as notícias sobre o coronavírus no portal da AMM (aqui) e nas redes sociais da Associação (aqui).

Campanha

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), como uma das estratégias para enfrentamento ao Covid-19, está veiculando campanha de publicidade sobre a doença, com informações sobre formas de transmissão, sintomas e hábitos de prevenção e higiene pessoal.

Com o slogan “Coronavírus: o que você deve saber para se proteger”, o material está sendo veiculado em rádios da capital e interior de todo o Estado, nos painéis de LED dos aeroportos, redes sociais da SES-MG e do Governo de Minas, além de anúncios em jornais impressos de diferentes regiões.

A estratégia também prevê o envio de 700 mil flyers e 11 mil cartazes para as 28 Regionais de Saúde do estado, unidades de saúde dos municípios e, ainda, para parceiros que atuam na mobilização social junto à secretaria. O objetivo é compartilhar informações qualificadas e sensibilizar a população sobre a adoção de hábitos preventivos contra o coronavírus.

Acesse o material da campanha aqui.

Mais informações com a assessora do departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433. Fontes para pesquisa: Governo do Estado e Governo Federal.