Home > Comunicação > Notícias > Minas Gerais inicia a distribuição da 34ª e 35ª remessas de vacinas contra a covid-19

Minas Gerais inicia a distribuição da 34ª e 35ª remessas de vacinas contra a covid-19

Imunizantes serão encaminhados às Unidades Regionais de Saúde que, posteriormente, farão a entrega para os municípios

O Governo de Minas inicia hoje, 6/8, a distribuição das 339.530 doses da vacina contra a covid-19, às Unidades Regionais de Saúde. São 221.130 doses do imunizante Pfizer e 118.400 doses da CoronaVac. A remessa será destinada para dar continuidade a imunização das pessoas de 50 a 54 anos, caminhoneiros e trabalhadores industriais. Até sábado, 7/8 , todas as Unidades Regionais de Saúde terão recebido os imunizantes. está previsto, também, o 35º lote de imunizantes: 349.830 da Pfizer, 425.650 da AstraZeneca e 8.650 da Janssen.

Apoio

A maior operação de vacinação da história de Minas Gerais conta com apoio das Forças de Segurança e Salvamento, do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, da Polícia Militar de Minas Gerais, além do efetivo da Polícia Civil de Minas Gerais.

Clique aqui e acesse a planilha de distribuição da 34ª remessa.

Receberão as vacinas por aeronaves do estado as seguintes URS:

  • -SRS Alfenas
  • -SRS Patos de Minas
  • -GRS Unaí

Receberão as vacinas por aeronaves comerciais as seguintes URS:

  • -SRS Montes Claros
  • -SRS Uberaba
  • -SRS Uberlândia

Retirarão as vacinas no aeródromo ou na Rede de Frio da URS polo as seguintes URS:

  • -SRS Barbacena
  • -SRS Coronel Fabriciano
  • -GRS Ituiutaba
  • -GRS Januária
  • -SRS Juiz de Fora
  • -SRS Passos
  • -GRS Pirapora
  • -SRS Ponte Nova
  • -SRS Teófilo Otoni
  • -SRS Varginha
  • Retirarão as vacinas na Central Estadual de Rede de Frio as seguintes URS:
  • -SRS Belo Horizonte
  • -SRS Diamantina
  • -SRS Divinópolis
  • -SRS Governador Valadares
  • -GRS Itabira
  • -GRS Leopoldina
  • -SRS Manhuaçu
  • -GRS Pedra Azul
  • -SRS Pouso Alegre
  • -GRS São João Del Rei
  • -SRS Sete Lagoas
  • -GRS Ubá

Acompanhe o quantitativo de cada remessa

  • 1ª remessa: 577.480 doses da CoronaVac em 18/1/2021
  • 2ª remessa: 190.500 doses de AstraZeneca em 24/1/2021
  • 3ª remessa: 87.600 doses da CoronaVac em 25/1/2021
  • 4ª remessa: 315.600 doses da CoronaVac em 7/2/2021
  • 5ª remessa: 220.000 doses da AstraZeneca e 137.400 doses da CoronaVac em 23/2/2021
  • 6ª remessa: 285.200 doses da CoronaVac em 3/3/2021
  • 7ª remessa: 303.600 doses da CoronaVac em 9/3/2021
  • 8ª remessa: 509.800 doses de CoronaVac em 17/3/2021
  • 9ª remessa: 86.750 doses da AstraZeneca e 455.800 doses da CoronaVac em 20/3/2021
  • 10ª remessa: 116.600 doses de AstraZeneca e 359.000 doses de CoronaVac em 26/3/2021
  • 11ª remessa: 73.250 doses de AstraZeneca e 943.400 doses de CoronaVac em 1/4/2021
  • 12ª remessa: 257.750 da AstraZeneca e 220.400 da CoronaVac, em 8/4/2021
  • 13ª remessa: 426.000 da AstraZeneca e 275.200 da CoronaVac, em 16/4/2021
  • 14ª remessa: 316.750 doses da AstraZeneca e 73.800 da CoronaVac, em 23/4/2021
  • 15ª remessa: 578.000 doses da AstraZeneca e 11.800 doses da CoronaVac, em 29/4/2021
  • 16ª remessa: 30.400 doses da CoronaVac, em 1/5/2021 e 676.250 doses da AstraZeneca, em 3/5/2021
  • 17ª remessa: 50.310 doses da Pfizer, em 3/5/2021
  • 18ª remessa: 396.500 doses da AstraZeneca, em 6/5/2021 e 100.200 doses da CoronaVac, em 08/5/2021 e 112.434 doses da Pfizer, em 10/5/2021
  • 19ª remessa: 422.750 doses da AstraZeneca, em 13/5/2021, e 207.800 doses de CoronaVac; 101.600 doses da CoronaVac, em 14/5/2021.
  • 20ª remessa: 435.500 doses da AstraZeneca, 8.200 doses da CoronaVac e 64.350 doses da Pfizer, em 18/5/2021
  • 21ª remessa: 561.750 doses da AstraZeneca e 60.840 doses da Pfizer, em 26/5/2021
  • 22ª remessa: 588.500 doses da AstraZeneca, em 2/6/2021; 62.010 doses da Pfizer, em 3/6/2021
  • 23ª remessa: 237.510 doses da Pfizer, em 8/6/2021
  • 24ª remessa: 362.750 doses da AstraZeneca, em 9/6/2021
  • 25ª remessa: 235.170 doses da Pfizer e 273.000 doses da CoronaVac, em 18/6/2021
  • 26ª remessa: 862.000 doses da AstraZeneca, em 21/6/2021
  • 27ª remessa: 346.800 doses da CoronaVac, 281.970 doses da Pfizer, 149.550 doses da Janssen, em 24/6/2021
  • 28ª remessa: 624.500 doses da AstraZeneca, em 30/6/2021; 112.320 doses da Pfizer, em 01/7/2021; 342.300 doses da Janssen, 304.750 doses da AstraZeneca e 219.960 doses da Pfizer, em 03/7/2021
  • 29ª remessa: 271.440 doses da Pfizer e 79.600 doses da CoronaVac, em 09/7/2021
  • 30ª remessa: 379.750 doses da AstraZeneca, em 15/7/2021
  • 31ª remessa: 171.400 doses da CoronaVac, em 19/7/2021; 550.050 doses da AstraZeneca e 120.510 doses da Pfizer, em 20/7/2021
  • 32ª remessa: 330.600 doses da CoronaVac, 103.260 doses da AstraZeneca e 209.430 doses do imunizante da Pfizer, em 27/7/2021 e 234.750 doses da AstraZeneca, em 28/7/2021.
  • 33ª remessa: 351 mil doses da Pfizer e 290.200 da Coronavac, em 30/7/2021
  • 34ª remessa: 221.130 doses da Pfizer e 118.400 doses da CoronaVac, em 4/8/2021.
  • 35ª remessa: 349.830 doses da Pfizer, 425.650 da AstraZeneca e 8.650 da Janssen.
  • Total: 19.252.454 doses

Fonte: Agência Minas/SES-MG
Foto: Fábio Marchetto 

Saiba mais sobre as tecnologias utilizadas na produção das vacinas: 

CoronaVac: É desenvolvida com vírus inativado, que são expostos a calor e produtos químicos para não se reproduzir. Dessa maneira, não deve deixar as pessoas doentes, mas sendo capazes de criar uma resposta imunológica contra o vírus. 

Oxford/AstraZeneca: É desenvolvida com vetor viral não replicante, com adenovírus modificado geneticamente, que carrega instruções para a produção da proteína especula do novo coronavírus. Ao entrar na célula, faz com que o organismo produza resposta imunológica contra o vírus. 

Pfizer/BioNtech: É desenvolvida com tecnologia de RNA mensageiro, que transporta informações genéticas ao organismo para que seja produzida uma proteína do vírus que ative o sistema imunológico para gerar resposta de anticorpos contra o coronavírus. 

Janssen/Johnson & Johnson: Conhecido tecnicamente como Ad26.COV2.S, utiliza a tecnologia de vetor viral, um vírus enfraquecido que transporta os genes virais para dentro das células, estimulando a resposta imunológica. A mesma metodologia, considerada de 3ª geração, é utilizada nos imunizantes Oxford/AstraZeneca e Sputnik V. 

Fonte: Uol e CNN.

Leia também: Covid-19: novas orientações aos gestores da saúde

Mais informações com a assessora do departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433.