Home > Comunicação > Notícias > Julvan Lacerda defende municipalismo forte em reunião de prefeitos em Uberaba

Julvan Lacerda defende municipalismo forte em reunião de prefeitos em Uberaba

O presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Julvan Lacerda, esteve em Uberaba, nesta quinta (23), para participar da cerimônia que celebra a  retomada das atividades da Agência de Desenvolvimento Econômico do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. A iniciativa da nova etapa de funcionamento da Agência é da prefeita de Uberaba e vice-presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande (Amvale), Elisa Araújo.

Em sua fala, Julvan Lacerda, disse que Minas Gerais “tem demanda de crescimento”, ao enfatizar a importância do reinício das ações e gestões da Agência de Desenvolvimento Regional. “Com a união dos prefeitos e dos gestores municipais a região só tem a ganhar com novas e perspectivas positivas de presente e de futuro”, diz.

Julvan também manifestou sua satisfação em transmitir a informação aos presentes, que o Estado passa a cumprir com a destinação de 12% do orçamento para a área de Saúde.

Uma das conquistas mais atuais do municipalismo mineiro, citada pelo presidente da AMM, foi o fechamento de acordo em que o Estado vai quitar um crédito da ordem de R$ 6,8 bilhões para com os 853 municípios mineiros, referentes à repasses atrasados, de forma parcelada.

A programação do evento incluiu a participação de representantes de três importantes órgãos do Governo de Minas: Cemig, INDI (Agência de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais) e Secretaria de Estado de Obras e Infraestrutura, cujos representantes apresentaram realizações da atual gestão estadual na região e investimentos programados, e ouviram reivindicações de gestores presentes.

Cabe destacar que a Agência reúne 70 municípios do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, associados a quatro associações microrregionais AMVALE (Vale do Rio Grande), AMVAP (Vale do Paranaíba), AMPLA (Planalto de Araxá), AMAPAR (Alto Paranaíba), sediadas, respectivamente, em Uberaba, Uberlândia, Araxá e Patos de Minas.

Ao comemorar o êxito na realização do encontro, a prefeita Elisa Araújo ressaltou: “A gente cresce junto com os pequenos, médios e grandes municípios, por isso fico muito feliz em receber os representantes de todos os portes de cidades aqui. Esse movimento de união é que traz resultados. Um dos grandes gargalos dos municípios é a questão da energia. Isso nos dá credibilidade e confiança para que a gente possa atrair investimentos. Isso é Desenvolvimento Econômico. Para a iniciativa privada tempo é dinheiro, e quando conseguimos escoar nossa produção, geramos emprego e renda para a nossa gente. Infraestrutura é muito importante para fortalecer a nossa região economicamente e nós temos potencial para isso”.

Investimentos da Cemig na região

Em sua exposição a superintendente deRelacionamento com Clientes da Distribuição da Cemig, Roberta Nanini Chauar Rolim, falou dos novos investimentos que a empresa executa no momento. Ela destacou o Programa Mais Energia que consiste na construção de novas subestações no Estado e, também, aqui na região do Triângulo. “Hoje, a Cemig tem no Estado de Minas 413 subestações. E, agora, já em construção, 200 novas unidades para os próximos cinco anos. Isso quer dizer: qualidade no fornecimento de energia e chegar a todos os clientes dos municípios”, diz, ao revelar que o conjunto de obras representa um investimento da ordem de R$ 12,5 bilhões. O projeto inclui nove novas subestações na região. “A Cemig, agora, só investe em Minas”, assinalou a superintendente, ao observar que com essas obras definidas, a empresa está ainda mais preparada para os novos investimentos que estão sendo buscados pelo Governo do Estado.

O papel do INDI

O diretor do INDI, Ronaldo Barquette, por sua vez, disse, inicialmente, que o órgão criado no final da década de 1950, foi a primeira agência de desenvolvimento do Brasil. Tem por finalidade, inclusive, capacitar os gestores municipais para que consigam atrair novos investimentos, além de estarem sempre atentos às necessidades e demandas dos empreendimentos já em funcionamento. Ao definir por uma cidade, o empreendedor leva em conta, também, itens como qualidade de vida, segurança e escola, fortes aliados da logística disponibilizada. E fez questão de enaltecer o trabalho da prefeita Elisa e demais colegas do Triângulo e Alto Paranaíba para esse processo de retomada e fortalecimento da Agência de Desenvolvimento Regional. “A região é pujante e muito representativa no Estado”, diz.

Obras para a região

O subsecretário estadual de Obras e Infraestrutura, Breno Longobucco, focou suas explanações na perspectiva do curto prazo, ao citar que, em outubro próximo, o DER-MG vai emitir ordem de início das obras de recuperação da BR-497, entre Uberlândia e Prata. Também a MG 190, Uberlândia-Abadia dos Dourados. Citou a publicação do edital para a melhoria da BR-255, de Iturama a Itapagipe. Além disso, estão em fase de elaboração de projetos de recuperação funcional de outras rodovias, com recursos do Estado e do acordo com a Vale, bem como emendas de parlamentares. Enumerou, ainda, o edital de concessão de vários lotes de estradas da região. A consulta pública já foi realizada e o momento é de expectativa quanto à divulgação do resultado.

O presidente da Amvale e prefeito de Sacramento, Wesley De Santi de Melo, também exaltou a decisão da prefeita Elisa em atuar em prol de ser retomado o trabalho da Agência, com a adoção de uma ampla reformulação do G-70 (Grupo dos 70 Prefeitos e Prefeitas do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba), cujo início foi marcado pela realização do importante painel, seguido de palavra livre dos gestores com a representação dos três órgãos de Estado. “A Agência reinicia com toda força. O intuito é um só: o desenvolvimento da nossa região”, acrescentou o prefeito.

Presenças

Participaram, ainda, da reunião que marca uma nova etapa no funcionamento da Agência de Desenvolvimento Regional do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba: presidente da  Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), Mário Campos; – prefeitos de Indianópolis, Lindomar Amaro Borges; Patos de Minas, Luiz Eduardo Falcão Ferreira; Itapagipe, Ricardo Garcia – Representando os municípios do baixo Vale do Rio Grande; Pedrinópolis, Rafael Ferreira Silva; vice-presidente da Associação dos Municípios do Alto Paranaíba (Amapar) e prefeito de Coromandel, Fernando Breno Valadares Vieira; os deputados estaduais Raul Belém, Heli Andrade e Bosco, e os deputados federais Zé Vitor e Franco Cartafina; e os vereadores de Uberaba- Luizinho Kanecão e Rochelle Gutierrez. Também o registro da marcante presença de dezenas de outros prefeitos, prefeitas, vereadoras e vereadores dos 70 municípios participantes da Agência. E ainda os secretários Executivos da Amvale (Vanessa Silva Faria); Amvap (Maria Martins Pedrosa ) e Ampla ( João Natal). Foram 38 municípios representados por prefeitos, vice prefeitos e vereadores.

Com informações de: Rona Adballa – Secom PMU; Lúcio Castellano – Comunicação Amvale