Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > IV Seminário de Assistência Social demanda mais recursos do Governo

IV Seminário de Assistência Social demanda mais recursos do Governo

Cobrança por mais recursos financeiros e investimentos nas políticas públicas sociais foram questões que estiveram no centro das apresentações do IV Seminário de Assistência Social, durante o 36° Congresso Mineiro de Municípios, nesta terça-feira (14), no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

Durante a abertura, a prefeita Itapagipe, Benice Nery Maia, diretora regional Triângulo da AMM, cobrou mais recursos para a área de assistência social, que é conhecida por “fazer muito com pouco”, como destacou. “Os recursos que não são repassados podem parecer pouco aos olhos do Governo, mas representam muito diante do que tem sido feito por todos que atuam nessa área tão importante”, afirmou.

Para a prefeita de Bocaiuva, Marisa de Souza Alves, conselheira fiscal suplente da AMM, é preciso encontrar novos caminhos e avançar mais nas políticas de assistência social. “Aos guerreiros e guerreiras da área, dou os parabéns pela força e empenho. Mas aproveito a presença da secretária de Estado e apelo para que leve ao governador a seguinte mensagem: assistência social se faz com investimentos e dinheiro; nós precisamos disso. Não se faz com carinho e afago”, afirmou Marisa de Souza Alves.

Após a abertura do seminário, os presentes assistiram às palestras do Painel 1, cujo tema foi “Apresentação das Propostas para o Desenvolvimento Social na Gestão 2019-2022”. Coordenado pela secretária Elizabeth Jucá, o painel contou com a participação do secretário adjunto de Esportes da Secretaria de Esportes de Minas Gerais, Adenilson Idalino de Souza; da subsecretária de Assistência Social, Janaína Reis do Nascimento; do subsecretário de Trabalho e Emprego, Raphael Vasconcelos Amaral Rodrigues; do subsecretário de Direitos Humanos, Thiago Augusto Campos Horta. 

A secretária Elizabeth Jucá acolheu a demanda das prefeitas e disse que está comprometida em buscar recursos para a área. “Este congresso da AMM é de fundamental importância, pois nos coloca mais próximos de cada município. Viemos nos apresentar, ouvir e acolher as demandas que, com certeza, vão nortear o nosso trabalho daqui em diante”, disse a secretária.

À tarde, houve os painéis temáticos proferidos por Janaína Reis do Nascimento, subsecretária de Assistência Social da Sedese; Rodrigo Silveira, presidente do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS); Cristiano Andrade, superintendente de Proteção Social Especial da SUBAS da Sedese; e Gabrielle Silva, superintendente de Capacitação e Vigilância da SUBAS da Sedese.

Os quatro palestrantes ficaram responsáveis pelo Painel 2 que se dividiu em três temas. Tema 1 “Gestão Financeira e Orçamentária do SUAS: como gerenciar os recursos do piso mineiro de assistência social, Tema 2 “Emergência e pós emergência no SUAS: limites e possibilidades de atuação à luz dos fenômenos recentes em Minas Gerais e o Tema 3 ” Controle Social e nova resolução dos benefícios eventuais – Estadual”.

O seminário faz parte da programação do 36° Congresso Mineiro de Municípios, promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM), nesta terça e quarta-feira, dias 14 e 15 de maio, no Estádio Mineirão. O tema deste ano é: “Novos governos. Perspectivas, Desafios e Compromisso com os Municípios.” Mais informações no portalamm.org.br.