Home > AMM na imprensa > G1 – Tragédia em Brumadinho atrasa ano letivo nas escolas estaduais e municipais

G1 – Tragédia em Brumadinho atrasa ano letivo nas escolas estaduais e municipais

Volta às aulas na rede estadual seria nesta quinta-feira, mas alunos da cidade retornarão no dia 11. Já nas escolas municipais, não há prazo para início do ano letivo.
A volta às aulas na rede estadual de ensino em Minas Gerais acontece nesta quinta-feira (7), com exceção de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Por causa da tragédia que se abateu sobre a cidade após o “mar de lama” da Vale, 1.323 alunos das escolas Paulina Aluotto Ferreira, Paulo Neto Alkimim e Abelardo Duarte Passos só voltarão no dia 11 de fevereiro.

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação, não haverá prejuízo no cumprimento dos 200 dias letivos que fazem parte do calendário. Brumadinho vive o luto desde o dia 25 de janeiro quando a Barragem do Feijão se rompeu. Até o momento, 150 pessoas morreram na tragédia. Quase 200 continuam desaparecidas.

Já nas escolas municipais não há previsão para o início das aulas. A informação é da Prefeitura de Brumadinho.

Para garantir o funcionamento das escolas, o governo do estado repassou R$ 49,7 milhões para os municípios.

 () chegou a recomendar que as prefeituras só começassem o ano letivo depois do carnaval. Quase metade das cidades mineiras não tinha previsão para o início das aulas por causa da falta de repasses por parte do governo.

Mais de 2 milhões de alunos voltam às aulas em todo o estado a partir desta quinta-feira (7).

 

 

Notícia original aqui.