Home > AMM na imprensa > Estado de Minas – E mais – Crise nos municípios

Estado de Minas – E mais – Crise nos municípios

Levantamento da Associação Mineira dos Municípios (AMM) mostra que 24% dos municípios mineiros já estão com salários dos professores atrasados e 56% não têm previsão sobre pagamento do 13º. O levantamento foi feito pela própria entidade, de 13 a 18 de setembro de 2018, quando foram ouvidos 382 prefeitos mineiros de todas as regiões do estado. Desse total, 24% já não estão conseguindo pagar em dia o salário dos professores municipais. Nesse universo (de 24%), em 27% dos municípios já existe movimento de greve ou paralisação de professores; em outros 21%, os prefeitos estão atrasando também os salários dos demais servidores. O atraso no repasse pelo estado dos recursos constitucionais do ICMS e IPVA para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) é a principal causa da situação enfrentada pelos gestores. A dívida do governo de Minas, hoje, com o Fundo é de R$ 2,7 bilhões, segundo a AMM.

Ver notícia completa