Home > Comunicação > Notícias > Em reportagem do jornal O Estado de São Paulo, presidente Julvan destaca crise dos municípios com a falta de repasses do Governo de Minas

Em reportagem do jornal O Estado de São Paulo, presidente Julvan destaca crise dos municípios com a falta de repasses do Governo de Minas

Julho de 2018 está sendo marcado pelo municipalismo como o mês de intensa mobilização com a campanha da Associação Mineira de Municípios (AMM): “Governo de Minas, pague os municípios mineiros”, lançada após exaustivas tentativas da gestão da entidade de conseguir a quitação dos débitos do Estado com as prefeituras de Minas Gerais, que já alcançou a cifra de quase R$ 7 bilhões. Pela gravidade do tema, o presidente da AMM, prefeito de Moema e 1º vice-presidente da CNM, Julvan Lacerda, foi um dos entrevistados na reportagem especial  “Caos financeiro avança em Minas Gerais”, produzida pelo Jornal O Estado de São Paulo nesta segunda-feira (16 de julho de 2018).

A reportagem traduz claramente o caos instalado em Minas Gerais com o acúmulo consecutivo de débitos do Estado com os municípios nos repasses do ICMS, IPVA, Fundeb da Educação, Transporte Escolar, piso da assistência social e, principalmente, para a Saúde, área mais afetada.

Conforme exposto na matéria e nos canais de comunicação da AMM, centros de saúde e hospitais de todo o Estado, inclusive da capital mineira, estão declarando estado de emergência por falta de médicos, equipamentos e estoque, até mesmo, de seringas e soro. Há entidades que já fecharam UTIs, CTIs, alas importantes e podem encerrar as atividades prejudicando a cura e sobrevivência humanas.

O presidente Julvan Lacerda está à frente das mobilizações de prefeitos, desde o final do ano passado, todas em vão. “Cerca de 70% dos municípios têm menos de 12 mil habitantes e dependem da verba repassada pelo Governo estadual”, enfatizou o presidente da AMM na entrevista ao Estadão.

Por tudo isso: “Governo de Minas, pague os municípios mineiros”!

Saiba mais sobre o assunto nas matérias do portal da AMM:

Publicado em 16 de julho de 2018.