Home > Comunicação > Notícias > Em Jaboticatubas, presidente Julvan volta a cobrar dívida do Estado com a saúde dos municípios

Em Jaboticatubas, presidente Julvan volta a cobrar dívida do Estado com a saúde dos municípios

Nesta terça-feira (27), o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Julvan Lacerda, participou do Seminário de Boas Práticas e Modernização da Gestão Pública, em Jaboticatubas, ao lado de prefeitos, autoridades e servidores da região central do Estado. O evento foi organizado pela prefeitura municipal, com apoio da AMM, da CNM e do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Calcário (CISREC).

Julvan participou da mesa de abertura ao lado do prefeito anfitrião, Eneimar Marques; do presidente do CISREC e prefeito de São José da Lapa, Diego Álvaro dos Santos Silva; da presidente da Granbel e prefeita de Vespasiano, Ilce Rocha, que também é diretora da regional Central da AMM; e do prefeito de Coronel Fabriciano e vice-presidente da AMM, Dr. Marcos Vinícius.

Em sua fala, o presidente da AMM reforçou a importância dos municípios serem afiliados a associações e consórcios para buscar soluções conjuntas e cumprir o dever de governar o ente local. Ele também aproveitou para destacar a necessidade de transformar a realidade da organização federativa.  “No papel é muito bonito, município com o mesmo nível de poder que o Estado e a União, mas isso na verdade não acontece. Essa luta é um dos problemas que atinge a gente. A injustiça federativa nos atinge de fora para dentro, nos unindo, pressionando o congresso. Mas tem outra que nos atinge muito forte e que esse tipo de seminário ajuda, que nos atinge de dentro para fora, e para resolver isso, precisamos aprimorar a gestão pública”, destacou.

Os consórcios municipais foram citados como meio de transformação regional. “Precisamos nos unir cada vez mais em busca de soluções conjuntas para que a gente possa cumprir o nosso dever”, destacou.

O prefeito anfitrião, Eneimar Marques, destacou que o evento foi uma oportunidade de trocar experiências, rever os amigos e evoluir na causa municipalista. “Em nome de Jaboticatubas, agradeço a presença do presidente Julvan, que encabeçou uma das maiores lutas que os municípios de Minas já viram em prol dos municípios”, disse.

Acordo

Na oportunidade, Julvan destacou que o Estado de Minas deve quase R$ 7 bilhões de dinheiro da Saúde e fez um ultimato. “E não é só herança do governo passado, mais de 50% já é desse governo. E nós vamos para cima com tudo. No dia 6, vence o prazo para apresentar proposta de pagamento. O Estado já marcou três reuniões e não foi em nenhuma. Se ele não fizer a proposta, nós vamos judicializar, temos o dever de defender os interesses dos municípios”, disse.

Julvan destacou, no entanto, que a AMM tem sido parceira do atual governo, que conseguiu celebrar o acordo do pagamento da dívida do ICMS e Fundeb atrasados. Mas que, quando é necessário, é preciso cobrar uma atitude do governo.