Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > Em Brasília, presidente da AMM defende revisão da Lei Kandir para recuperar perdas dos municípios

Em Brasília, presidente da AMM defende revisão da Lei Kandir para recuperar perdas dos municípios

O presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), 1º vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, participou, junto com a diretoria da CNM e de presidentes de associações estaduais do país, da reunião do Conselho Político da entidade, para acertar e definir últimos detalhes da realização da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.  O evento movimenta a capital federal até a próxima quinta-feira, 11 de abril, e reúne mais de oito mil municipalistas no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB).

Em sua fala, Julvan pediu o apoio dos municipalistas na aprovação da Lei Kandir, ponto que, para ele, deve ser uma das pautas discutidas na Marcha. “A lei Kandir beneficia a maioria, sem prejudicar ninguém. Precisamos de um apoio nesse sentido”.

O presidente da AMM também convidou todos os presidentes de associações estaduais e a diretoria da CNM para participarem da 1ª reunião do Conselho Político fora da capital federal, que acontecerá durante o 36º Congresso Mineiro de Municípios, promovido pela AMM. O tradicional evento acontece em Belo Horizonte, nos dias 14 e 15 de maio, no estádio Mineirão.

Além de discutir as pautas a serem defendidas, o presidente da CNM, Glademir Aroldi, apresentou aos líderes um breve resumo da programação da Marcha e ressaltou o número expressivo de autoridades que confirmaram participação no evento. “Nós fizemos um trabalho de apresentar nossas pautas ao governo. Agora vamos ver o que eles devem propor de melhorias aos municípios”, lembrou o presidente.

Aroldi destacou o papel dos líderes municipalistas estaduais na articulação com o Congresso Nacional e o governo federal. “A relação com o Congresso Nacional e com o governo está muito boa. Todas as vezes que tentamos uma reunião, conseguimos. Ainda não avançamos na pauta, mas a expectativa é boa”, destacou o líder do movimento.

A enorme participação dos mineiros na Marcha também foi destacada durante a reunião, com 507 prefeitos inscritos e também com a maior delegação, que representa 974 inscritos, 14,4% do total de participantes.

Reunião de Bancada

Além da abertura oficial da Marcha dos Prefeitos, que contará com a presença da alta cúpula do governo federal, incluindo o presidente Jair Bolsonaro, ônix Lorenzoni e ministros, os gestores municipais mineiros têm um encontro marcado com os deputados e senadores na Reunião com a bancada de parlamentares de Minas Gerais, a Câmara dos Deputados. O encontro, organizado pela AMM, acontecerá às 16h da tarde, no auditório Nereu Ramos.

 

Com informações da CNM