Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > Eleições CNM 2021: Julvan Lacerda é reeleito vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios

Eleições CNM 2021: Julvan Lacerda é reeleito vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios

Eleição aconteceu de forma eletrônica, até as 18 horas do dia 11 de março, para eleição em chapa única

O presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) foi reeleito primeiro vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) na noite desta quinta-feira (11 de março). Esta conquista reforça a importância do Estado de Minas Gerais, que conta com forte representação no movimento municipalista nacional. As eleições deste ano foram com chapa única marcando o retorno do municipalista Paulo Roberto Ziulkoski à presidência da entidade.

A eleição dos integrantes do Conselho Diretor, do Conselho Fiscal e do Conselho de Representantes Regionais da Gestão 2021-2024 da Confederação Nacional de Municípios (CNM) foi por meio eletrônico. Poderia votar um representante legal de cada município associado que contribuiu com a CNM há mais de seis meses consecutivos e anteriores à eleição e com a quitação plena da contribuição até o dia 26 de fevereiro.

“Esta eleição acontece em um momento importante para reforçar a importância de Minas Gerais estar mais presente no municipalismo nacional. O Estado, por suas características geográficas, é um espelho do que acontece no País. Precisamos nos unir, em torno de objetivos comuns e trabalharmos muito para vacinar toda a população contra a Covid-19, equilibrar o sistema público de de saúde municipal, recuperar a qualidade da educação com o retorno gradual e seguro das aulas, lutar pelo equilíbrio fiscal, por meio de um pacto federativo, reforçar os caixas das prefeituras e reconstruir as cidades. Somente assim poderemos fomentar a economia, aumentar o índice de emprego e renda da população. Afinal, é no município que tudo acontece; ali estão as pessoas, as empresas e indústrias que podem gerar as riquezas e promover o bem-estar da população”, ressaltou o presidente da AMM, Julvan Lacerda.

O processo

Durante esta quinta-feira, 11 de março, 1.989 gestores municipais de todo o país participaram do pleito da entidade e, com 1.961 votos favoráveis, a nova diretoria assumirá o comando da entidade para os próximos três anos. O resultado foi divulgado pela empresa responsável pelo processo eletrônico em reunião virtual com a participação da Comissão Eleitoral, de membros do Conselho Político, da chapa eleita e de colaboradores da CNM.

O ex-prefeito de Mariana Pimentel (RS) e presidente de honra da CNM, Paulo Ziulkoski, encabeçou a chapa e retornará ao comando da entidade. Um dos responsáveis pelo fortalecimento do movimento municipalista, Ziulkoski idealizou a Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e liderou diversas ações que resultaram em conquistas históricas.

Após o anúncio do resultado, o municipalista agradeceu aos envolvidos na eleição e ao atual presidente da Confederação, Glademir Aroldi. “Saúdo os companheiros que estiveram nessa luta e ao presidente Aroldi, que tem conduzido a entidade com muita competência e lealdade. O seu trabalho será reconhecido por todos”, disse.

Foi apresentada e homologada apenas a chapa Movimento CNM Independente, sendo essa identificada como Chapa 01.

Confira: Homologa_Chapa_Inscrita_Eleições_CNM_2021-2024_-_assinado

Com informações da CNM.