Home > ÁREAS TÉCNICAS > Cultura e Turismo > Duas rotas mineiras estão pré-selecionadas para o Projeto Experiências do Brasil Rural

Duas rotas mineiras estão pré-selecionadas para o Projeto Experiências do Brasil Rural

Projeto nacional contemplou roteiros de quatro macrorregiões brasileiras em quatro cadeias agroalimentares; resultado sai dia 24/5 

Os ministérios do Turismo (MTur), da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Universidade Federal Fluminense (UFF) divulgaram a lista de oito roteiros pré-selecionados para participarem do projeto “Experiências do Brasil Rural”. Minas Gerais está presente em dois deles, com a Rota do Queijo – Terroir Vertentes e a Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira.

A iniciativa tem o objetivo de apoiar e promover o turismo em áreas rurais do País. Ao todo, participaram da primeira fase do processo seletivo 52 propostas que contemplavam as quatro cadeias produtivas priorizadas para o projeto: queijo, vinho, cerveja e frutos da Amazônia.

Veja aqui a lista completa dos pré-selecionados.

O prazo para o envio de recursos vai até 23 de maio e a publicação do resultado está prevista para o próximo dia 24. Após o resultado, será feita uma sensibilização dos empreendimentos, produtores e governanças locais para o conceito do projeto, assim como o diagnóstico e plano de ação para cada roteiro selecionado. O projeto prevê ainda a qualificação de roteiros e empreendimentos e ações de promoção e apoio à comercialização. Saiba mais aqui.

Seleção

Foram selecionados oito roteiros turísticos localizados prioritariamente entre os 158 municípios componentes das 30 rotas prioritárias do Investe Turismo, sendo contempladas quatro macrorregiões brasileiras. Na região Norte, a rota “Amazônia Atlântica”, situada nas cidades de Bragança, Curuçá e Augusto Corrêa, no Pará, aposta na disponibilização de experiências na pesca e na degustação de queijos artesanais, farinhas de mandioca e frutas orgânicas. Já na região Nordeste, o roteiro “Terra Mãe do Brasil”, oferta aos turistas de Porto Seguro (BA) a experiência em meio à natureza e o desfrute de novos sabores.

Na região Sudeste, o destaque foi para a cadeia produtiva do queijo, que está representada nas rotas “Agroturismo” (ES), “Rota do Queijo – Terroir Vertentes” (MG) e “Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira” (MG). Já na região Sul, a cadeia produtiva do vinho está evidenciada nos roteiros “Ferradura dos Vinhedos” (RS), “Caminhos do Campo” (SC) e “Farroupilha Colonial” (RS).

A expectativa é de que, ao final do projeto, essas oito rotas possam ampliar a inserção de produtos e serviços da agricultura familiar no mercado de turismo, apoiando e formatando produtos de experiência no meio rural e diversificando a oferta turística brasileira. 

Turismo rural

O projeto integra uma série de medidas pelo governo federal para fomentar o turismo rural, segmento considerado crucial na retomada das atividades turísticas no contexto pós-pandemia. O segmento representa uma alternativa de renda para o campo, ajuda a estabilizar a economia local e cria negócios e empregos diretos e indiretos.

No Brasil, já há uma série de empreendimentos rurais que estruturam variadas atividades turísticas e ofertam, por exemplo, experiências em colheitas de produtos agrícolas, participação no preparo de produtos como chocolates e vinhos e experiências gastronômicas características de cada região. Para saber mais, acesse o Boletim de Inteligência de Mercado no Turismo (BIMT) voltado ao Turismo Rural.

Mais informações com a assessora do departamento de Cultura e Turismo da AMM, Brenda Grandioso, pelo telefone (31) 2125-2437.