Home > Comunicação > AMMTV > Desenvolve MG > Desenvolve Minas Gerais: Educação empreendedora e melhoria no ambiente de negócios pautaram o AMM nos Municípios na microrregional AMPAR 

Desenvolve Minas Gerais: Educação empreendedora e melhoria no ambiente de negócios pautaram o AMM nos Municípios na microrregional AMPAR 

A quarta edição do “AMM nos Municípios – Encontros Online nas Microrregionais”, nesta terça-feira (1º), teve como foco os municípios da Zona da Mata mineira que compõem a Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paraibuna (AMPAR). O debate trouxe como os principais assuntos para a região a reinvenção da educação nos municípios e ações para melhoria do ambiente de negócios.

Participaram da abertura: o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), 1º Vice-Presidente da CNM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda; o diretor técnico do Sebrae Minas, João Cruz Reis Filho; o presidente da Ampar e prefeito de Guarani, Paulo César Santos Neves; a 2º secretária da AMM e prefeita de Guidoval, Soraia Vieira de Queiróz; o diretor regional da AMM na Zona da Mata e prefeito de São Sebastião da Vargem Alegre, Claudiomir José Martins Vieira; e o conselheiro fiscal da AMM e prefeito de Mar de Espanha, Welington Marcos Rodrigues.

A educação empreendedora foi abordada como uma importante ferramenta para reacender o desenvolvimento da região, que já foi uma das mais prósperas de Minas Gerais no século passado e sofreu um ciclo de empobrecimento vicioso por não acompanhar o crescimento do País. “Tenho profunda convicção que a única forma de a Zona da Mata voltar para o bonde do desenvolvimento é a educação empreendedora”, destacou o diretor-técnico do Sebrae Minas, João Cruz Reis Filho.

O presidente da AMPAR e prefeito de Guarani, Paulo César Santos Neves, agradeceu a AMM e o Sebrae pela iniciativa e destacou que, em um momento difícil, como o atual, é necessário potencializar o que existe em cada região. “A AMPAR aderiu a esse importante projeto e quero ressaltar a importância da AMM como um norte aqui nas microrregiões, onde trabalhamos buscando as demandas dos prefeitos e, a partir daí, de forma associativista, buscamos as soluções conjuntas para fomentar nossa cadeia produtiva.”

O presidente da AMM, Julvan Lacerda, ressaltou que as parcerias feitas para o projeto Desenvolve Minas Gerais, do qual o AMM nos Municípios é uma das etapas, servem para melhorar as condições da gestão com capacitação, tornando o ambiente menos hostil para o desenvolvimento local.  “Não basta a gente combater o problema que nos afeta de fora para dentro, é necessário combater o de dentro para fora, que é a falta de capacitação.” 

Educação

No painel sobre a reinvenção da educação nos municípios, especialistas traçaram um panorama do setor na região e como ela pode ser aprimorada. Participaram: o analista do Sebrae Minas, Thiago Ferreira de Morais; o diretor de inovação da Universidade Federal De Juiz De Fora (UFJF) e do CRITT, Ignácio Delgado e a secretária municipal de educação de Guarani, Magda Valéria Fagundes Soares.

O analista do Sebrae Minas, Thiago Ferreira de Morais, apresentou os programas de educação do Sebrae, que trabalham a disseminação da cultura de empreendedorismo nas instituições de ensino, ofertando conteúdos de empreendedorismo nos currículos. “Hoje, enfrentamos vários desafios e cada vez mais é exigido de todos nós essa capacidade de resolução de problemas, trabalhar a confiança, de ter um projeto de vida; trabalhar a questão da iniciativa, os riscos de maneira calculada, saber movimentar as redes de contatos.”

O diretor de inovação da Universidade Federal De Juiz De Fora (UFJF) e do CRITT, Ignácio Delgado, chamou a atenção para algumas condições que já foram criadas no Plano Nacional de Ensino (PNE), para que se crie um ambiente favorável ao deslanchar da educação empreendedora. Além disso, ele destacou a importância de reforçar as vocações locais e regionais para o desenvolvimento da Zona da Mata mineira, que chegou a contribuir com 70% e, hoje, é a segunda região mais pobre no PIB per capta.

O case regional na pauta da educação foi apresentado pela secretária municipal de educação de Guarani, Magda Valéria Fagundes Soares. Ela destacou como as escolas municipais agiram no enfrentamento ao isolamento acarretado pela pandemia. “Todos fomos desafiados a sair da nossa zona de conforto e buscar alternativas e na educação não poderia ser diferente. Nós, professores, fomos desafiados a rever nossos conceitos, enfrentar nossa pouca habilidade com as ferramentas digitais. Tínhamos que construir o caminho entre o ideal e o real, para que os alunos pudessem continuar conectados com a escola e em processo de aprendizagem.”

Ambiente de Negócios

O segundo painel abordou o tema “Ações para melhoria do ambiente de negócios”. Participaram do painel: o presidente da AMPAR, Paulo César Santos Neves; a analista do Sebrae Minas, Ariane Vilhena; o analista do Sebrae Minas em Juiz de Fora, Gustavo Magalhães; o gerente da regional Zona da Mata e Vertentes do Sebrae Minas, João Roberto Marques Lobo e o presidente do Circuito Serras de Ibitipoca, Gabriel Fortes.

A analista do Sebrae, Ariane Vilhena, explicou como fortalecer o pequeno produtor rural com o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que pode ser viabilizado por meio de consórcios intermunicipais. Ela explicou que sair da informalidade propicia a legalização e o acesso ao mercado e às compras públicas. Segundo ela, abre o mercado para o produtor local, como a alimentação escolar municipal, das forças armadas, da universidade e institutos federais. “E não só o mercado público, o mercado privado também. Com o selo de inspeção eu posso vender para qualquer mercado.”

Turismo

Fomentar e valorizar o pequeno negócio local por meio da cadeia de turismo foi amplamente discutido pelos especialistas. O analista do Sebrae Minas, Gustavo Magalhães, destacou que a região tem um potencial turístico muito forte e que é preciso deixar o pessoal preparado para compreender as demandas sem perder a essência, acompanhando a demanda atual de um turismo de experiência, individualizado, por conta da pandemia. “Toda a cidade e região pode se beneficiar do turismo, mas precisa ser trabalhado de uma forma profissionalizada, porque traz resultados no curto, médio e longo prazo, e exige um empenho político empresarial muito forte.”

O case regional foi do presidente do Circuito Serras de Ibitipoca, Gabriel Fortes. Ele explicou que, atualmente, os turistas procuram vivências, experiências, e que no interior eles podem encontrar isso. “Com essa pandemia, o turismo foi um dos setores mais afetados, mas agora as pessoas vão procurar atividades ao ar livre, pequenas pousadas, em área aberta, o que temos demais na nossa região.”

Liberdade Econômica

O subsecretário de Estado de Desenvolvimento Regional de Minas Gerais, Douglas Cabido, falou sobre liberdade econômica no Estado e como o poder público pode tirar as amarras dos empreendedores para que eles possam gerar riqueza. “A riqueza de cada município está no seu próprio ambiente. Temos que tornar nosso ambiente de negócios mais fácil, mais ávido a esses investimentos.” Segundo ele, o governo estadual está trabalhando para isso, desburocratizando e simplificando normas. “Temos que pensar à frente. A Covid-19 vai passar e nós temos que estar preparados para isso, para que nossa retomada econômica venha mais forte.”

Desenvolve Minas Gerais

O evento faz parte do Desenvolve Minas Gerais, convênio celebrado entre a AMM e o Sebrae-MG durante o Delta Fórum – Encontro de Desenvolvimento Econômico para Lideranças e Territórios, que aconteceu em Belo Horizonte, em dezembro do ano passado. O principal objetivo do projeto, que tem o apoio do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, é criar estratégias para o desenvolvimento local com a mobilização do poder público, iniciativa privada e o terceiro setor, criando condições favoráveis de sobrevivência dos pequenos negócios, que são fonte de trabalho e renda para milhões de pessoas em todos os 853 municípios do Estado.

Parceiros

O Desenvolve Minas Gerais conta com a parceria do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e diversas entidades, como o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), Tribunal de Contas da União (TCU), Confederação Nacional de Municípios (CNM), Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) e Conselho Regional de Engenharia (CRE-MG), todos juntos em estratégias para o desenvolvimento econômico local.

O próximo “AMM nos Municípios – Encontro Online nas Microrregionais” será no dia 3 de setembro, às 9 horas, envolvendo a microrregional NOVA AMBAJ.

Prefeitos

Soraia Vieira de Queiroz, prefeita de Guidoval: “Eu acredito na formação do ser humano através da escola e conseguimos devolver isso para a sociedade de uma forma brilhante.”

Wellington Marcos Rodrigues, prefeito de Mar de Espanha: “Estamos em uma pandemia, enfrentando muitas dificuldades, a situação é diferente da nossa realidade, e é o momento de se reinventar, de inovar, criar novas alternativas.”

Claudiomir José Martins Vieira, prefeito de São Sebastião da Vargem Alegre: “Conhecimento é maior riqueza que o ser humano pode conquistar. O que a população precisa, principalmente da gestão pública, é de conhecimento e respeito.”

Acompanhe a transmissão ao vivo na próxima quinta-feira (3 de setembro) pelo canal da AMMTVMinas no Youtube (clique aqui).