Home > Comunicação > Notícias > Coronavírus: Brasil registra 1.546 casos confirmados e 25 mortes nos estados de São Paulo (22) e Rio de Janeiro (3)

Coronavírus: Brasil registra 1.546 casos confirmados e 25 mortes nos estados de São Paulo (22) e Rio de Janeiro (3)

Agora, todos os estados do País possuem casos confirmados da doença e Ministério da Saúde alerta a população para que todo o Brasil se una contra o vírus.

O Brasil registrou, neste domingo (22), 1.546 casos confirmados de coronavírus (Covid-19). Com o registro no estado de Roraima, agora, todos os estados do País possuem casos da doença. Até o momento, são 25 mortes confirmadas, sendo 22 no estado de São Paulo e três no Rio de Janeiro. As informações sobre casos e óbitos são repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pediu que as pessoas não acreditem em fake news, após um áudio, atribuído a ele, percorrer o País por meio de aplicativo de mensagem. “Não é só o coronavírus que traz problemas para o País. As fake news também! Hoje, tive conhecimento de um áudio que dizem ser com a minha voz, falando várias coisas sobre o vírus. Deixo aqui bem claro: todas as informações que eu for passar para a população serão feitas pelos canais oficias do Ministério da Saúde”, esclareceu.

Para combater as Fake News, o Ministério da Saúde, de forma inovadora, disponibiliza um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. O canal não é um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão pode enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640.

Transmissão Comunitária

Na última sexta-feira (20), o Ministério da Saúde reconheceu a transmissão comunitária do coronavírus (Covid-19) em todo o País. É fato que nem todas as regiões apresentam o mesmo nível de transmissão. Nem por isso, a população dessa região deixará de participar do esforço coletivo que passa a ser adotado pelos brasileiros. Assim, a medida é uma estratégia para que todo o Brasil se una contra o vírus.

Foto: Renato Strauss/ASCOM MS.

Mais informações com a assessora do departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433.