Home > Destaques > Assessores dos departamentos técnicos da AMM definem formato do X Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal

Assessores dos departamentos técnicos da AMM definem formato do X Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal

Os assessores dos 12 departamentos técnicos da Associação Mineira de Municípios (AMM) se reuniram na manhã desta quarta-feira (dia 4), para reavaliar o edital da última edição da principal premiação municipalista do Estado e definir os parâmetros do X Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal.

O objetivo da reunião foi aprimorar os requisitos de avaliação do prêmio, os novos parceiros, critérios de avaliação dos projetos e mudanças nos eixos temáticos. Os gestores devem ficar atentos à publicação do novo edital, que será divulgado no início de dezembro de 2019, com o novo formato da premiação que será entregue no 37º Congresso Mineiro de Municípios, em 2020.

Prêmio

O X Prêmio Mineiro de Boas Práticas da Gestão Municipal consagra os bons projetos das prefeituras mineiras que contribuem para a modernização da gestão pública e a melhoria da qualidade dos serviços públicos. Os projetos vencedores se tornam referência e inspiração para os outros municípios do Brasil e ajudam a administração pública municipal na abertura de novos caminhos que conduzem à modernidade. Ser reconhecido pelo Prêmio significa se destacar entre aquelas que evidenciam melhoria gerencial rumo à inovação, à redução de custos, à qualidade dos serviços e à satisfação do cidadão.

Áreas técnicas da AMM

Desde a sua criação, em 1952, a AMM trabalha pelo desenvolvimento dos municípios mineiros e, consequentemente, do Estado. Atua como estrutura de articulação política e se posiciona frente aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, como representante legítima dos 853 municípios de Minas Gerais.

Além da representação política, a AMM está estruturada para prestar assessoria aos municípios mineiros, em todas as áreas da administração pública. Para isto, os afiliados contam com 12 departamentos técnicos: Jurídico, Contábil e Tributário, Econômico, Convênios, Captação de Recursos, Educação, Assistência Social, Direitos Humanos, Esportes, Saúde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico.