Home > Comunicação > Notícias > AMM é parceira da FJP em webinário sobre as características socioeconômicas da RMBH

AMM é parceira da FJP em webinário sobre as características socioeconômicas da RMBH

Estudo da Fundação e apresentação de indicadores foram os destaques do evento que teve como proposta o desenvolvimento econômico dos municípios

“Compreendendo as Características Socioeconômicas da Região Geográfica Intermediária de Belo Horizonte”. Esse foi o tema do webinário promovido pela Diretoria de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro (Direi/FJP), nesta terça-feira (27), com a parceria da Associação Mineira de Municípios (AMM). A entidade foi representada pela assessora do departamento de Economia, Angélica Ferreti, que encerrou o evento reforçando a necessidade de se aumentar a arrecadação própria dos municípios.

O encontro foi dividido em três módulos: análise dos indicadores do Índice Mineiro de Responsabilidade Social (IMRS) e os resultados do PIB dos 74 municípios que compõem a região; projeções demográficas e os indicadores de saneamento; e o terceiro, sobre as análises de comércio, de fluxos intersetoriais e territoriais.

Na avaliação de Angélica Ferreti, os gestores procuram a AMM em busca de ferramentas para aumentar a receita do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “Isso depende muito dos indicadores com o Valor Adicionado Fiscal (VAF), que calcula o índice de participação municipal na área de serviço, indústria e do setor agropecuário, para eles poderem, por meio de políticas públicas, identificar e compreender as possibilidades para o crescimento econômico municipal. De certa forma, com olhar mais crítico, poderão se aprofundar nesse estudo, identificar os gargalos, a perda do dinamismo econômico, reforçando buscar, realmente, e não ficar dependendo de repasses constitucionais, mas aumentar a receita própria e o crescimento econômico municipal”, reforça a assessora.

De acordo com a diretora de Estatística e Informações da FJP, Eleonora Cruz Santos, “o projeto de levar informação e poder ajudar os municípios no entendimento das características socioeconômicas faz parte de sua proposta desde que assumiu a diretoria, em 2019. De lá para cá, as equipes vêm se envolvendo nessas análises e, hoje, temos material rico para disseminarmos, de forma clara e didática, tudo o que está por detrás do vasto volume de estatística que a diretoria produz. Queremos chegar à ponta, mostrar a potência que existe no material que produzimos para os gestores e legisladores definirem políticas com critérios técnicos bem embasados”.

Sobre o estudo

A Diretoria de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro iniciou, em julho de 2019, série de estudos denominada Informativo FJP com o intuito de apresentar ao público em geral o conteúdo por trás da sua vasta produção estatística. A série Informativa FJP produz estudos sobre diversos temas: mercado de trabalho, demografia, saneamento, produto interno bruto, comércio exterior, relações intersetoriais (matriz insumo-produto) e todos os indicadores socioeconômicos produzidos para o Índice Mineiro de Responsabilidade Social (IMRS). A vasta produção estatística da FJP deve ter como princípio básico subsidiar acadêmicos, legisladores e gestores públicos na avaliação e produção de políticas públicas.

O Informativo FJP é o início de um projeto que visa alcançar tanto os legislativos estaduais e municipais quanto os executivos dos 853 municípios do estado de Minas Gerais. A segunda etapa desse projeto é a série de 13 webinários, anuais, denominada “Compreendendo as características socioeconômicas da Região Geográfica Intermediária de Belo Horizonte”. Esses webinários serão divididos em 13 para que cada um contemple uma região geográfica intermediária específica do Estado de Minas Gerais – recorte geográfico mais atual definido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mais informações com a assessora do departamento de Economia da AMM, Angélica Ferreti, pelo telefone (31) 2125-2430.