Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > AMM completa 67 anos com muitas conquistas para comemorar

AMM completa 67 anos com muitas conquistas para comemorar

Um ano de muitas comemorações por conquistas municipalistas em defesa do desenvolvimento dos municípios mineiros. Nesta quinta-feira (17 de outubro), a Associação Mineira de Municípios (AMM) completa 67 anos em um momento em que a gestão da entidade comemora os melhores índices de todos os tempos.

Em outubro deste ano, a AMM se apresenta como uma entidade forte e atuante em nível nacional. Pela força da diretoria, comandada pelo presidente Juvan Lacerda, a entidade tornou-se conhecida e reconhecida como uma das maiores forças municipalistas no País.

Neste aniversário, a diretoria e os colaboradores da AMM comemoram o número recorde de 722 afiliados e 329 adesões de municípios ao Diário Online. Além disso, pela sede da Associação passam, anualmente, cerca de três mil pessoas que se qualificam nos cursos do CQGP, além das capacitações no interior do Estado.

AMM

Fundada em 17 de outubro de 1952, com a filosofia e o propósito de reunir e representar os municípios de Minas, nas esferas estadual e federal, a AMM busca, por meio das potencialidades e individualidades, o fortalecimento de cada um dos municípios mineiros e, consequentemente, o desenvolvimento do Estado.

A AMM é fruto da contribuição de grandes gestores que, juntos, criaram a maior Associação Municipalista do Brasil. Desde seu início, no Edifício Codó, na Avenida Amazonas, até a sua sede própria, na Avenida Raja Gabaglia, são 67 anos de história, transformando e qualificando a gestão pública mineira.

Presidente

O presidente da AMM, Julvan Rezende Araújo Lacerda, é Bacharel em Direito pela PUC-Minas, delegado de Polícia Civil licenciado, prefeito de Moema e, também, primeiro vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Na presidência da AMM, Julvan Lacerda se destacou como uma grande liderança em defesa do municipalismo, conduzindo um acordo com o Governo de Minas, com mediação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG); considerado o maior da história do judiciário mineiro, garantindo o pagamento de R$ 7,1 bilhões de dívidas do Estado com os municípios em ICMS, IPVA e Fundeb.

Em sua gestão, a AMM iniciou um movimento de interiorização e focou no tripé: economicidade, transparência e profissionalismo, tornando a entidade superavitária e com excelente saúde financeira.

Em reconhecimento ao seu trabalho, Julvan foi agraciado, em 2019, com as comendas Medalha da Inconfidência, Medalha do Dia de Minas e Medalha Juscelino Kubitschek, além de receber o título de cidadão honorário do município de Juiz de Fora.