Home > Comunicação > Notícias > AMM comemora o Dia das Mulheres e presidente da entidade incentiva maior participação feminina na gestão pública

AMM comemora o Dia das Mulheres e presidente da entidade incentiva maior participação feminina na gestão pública

Neste dia 8 de março, a Associação Mineira de Municípios (AMM) parabeniza todas as mulheres pela força e pela coragem de cobrar representatividade e mostrar que está, cada vez mais, conquistando seu espaço na sociedade e demonstrando a capacidade de atuar em todas as frentes, contribuindo para a construção de um mundo melhor, mais igualitário e mais respeitoso para todos. Em especial, parabenizamos as prefeitas, vereadoras, servidoras públicas e mulheres que atuam nas prefeituras e na vida pública e vem lutando pelo seu espaço.

É fato que ainda há muito a caminhar quando o assunto é igualdade entre os gêneros e oportunidades na vida pública, mas a AMM quer atuar junto com as mulheres para que a representatividade feminina na política seja cada vez maior.  Nós valorizamos as mulheres, sabemos a competência de cada uma delas. No nosso corpo de colaboradores, temos 26 mulheres, o que representa mais de 50% do total.

No entanto, nas eleições municipais do ano passado, o índice de mulheres eleitas ainda foi muito pequeno para que se possa pensar em igualdade. Em Minas Gerais, apenas 7% das prefeituras e 14% das cadeiras nas Câmaras Municipais foram ocupadas por mulheres.

“Com a baixa representividade de mulheres na política, todos nós perdemos na qualidade da nossa democracia. Elas merecem e querem ocupar esse espaço, com total capacidade e interesse político. Estamos juntos por maior visibilidade das mulheres na política e onde elas quiserem estar. Parabéns a essas guerreiras, vamos à luta”, disse o presidente da AMM e 1º vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Julvan Lacerda.

Dia da Mulher

Oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, o chamado Dia Internacional da Mulher é comemorado desde o início do século 20. Hoje, a data é cada vez mais lembrada como um dia para reivindicar igualdade de gênero e com protestos ao redor do mundo – aproximando-a de sua origem na luta de mulheres que trabalhavam em fábricas nos Estados Unidos e em alguns países da Europa.

Se fosse possível fazer uma linha do tempo dos primeiros “dias das mulheres” que surgiram no mundo, ela começaria possivelmente com a grande passeata das mulheres em 26 de fevereiro de 1909, em Nova York.

Naquele dia, 15 mil mulheres marcharam nas ruas da cidade por melhores condições de trabalho – na época, as jornadas para elas poderiam chegar a 16h por dia, seis dias por semana e, não raro, incluíam também os domingos. Ali teria sido celebrado pela primeira vez o “Dia Nacional da Mulher” americano.

Enquanto isso, também crescia na Europa o movimento nas fábricas. Em agosto de 1910, a alemã Clara Zetkin propôs em reunião da Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas a criação de uma jornada de manifestações.

Em todos os movimentos, foi preciso muita luta, mobilizações e reivindicações para ter um espaço que a mulher, na verdade, sempre ocupou. Neste 8 de março, a AMM parabeniza todas as mulheres que constroem, diariamente, uma Minas Gerais melhor e mais desenvolvida.

Com informações do TSE e do portal Terra.