Home > Comunicação > Notícias > AMM capacita servidores públicos da área de licitação em curso do CQGP

AMM capacita servidores públicos da área de licitação em curso do CQGP

Sala cheia, conteúdo de qualidade e muita troca de informação. Esse foi o cenário do curso “Pregão: formação de pregoeiros” promovido pelo Centro de Qualificação para a Gestão Pública (CQGP) da AMM, nos dias 20 e 21 de fevereiro. A capacitação reuniu mais de 60 servidores públicos dos poderes Executivo e Legislativo de diferentes regiões do Estado.

Na avaliação do professor e consultor Felipe Ansaloni, o curso prioriza os conceitos teóricos e exemplos práticos. “Uma boa negociação é ótima economia, principalmente para os municípios pequenos. O pregoeiro é um negociador público nato. Com ele, o município compra bem, e sobra mais dinheiro para a saúde, educação e outras áreas prioritárias.”

O professor salienta que este curso apresentou uma alteração em relação aos benefícios para micro e pequenas empresas. “Até o final do ano passado, as micro e pequenas empresas tinham direito de participar de licitações com prazo diferenciado para a documentação fiscal. A partir de 1º janeiro de 2018, esse benefício também se estendeu para o documento trabalhista. O que as prefeituras precisam fazer é atualizar todos os editais para contemplar esse novo benefício.”

O assessor parlamentar da Câmara Municipal de Guarda-Mor, Valtamir Assunção da Silva, aprovou o curso e explica ter compreendido com clareza como funciona um pregão. “O curso contribui com o trabalho de licitação e de fiscalização da Câmara. No final a administração quer um bom preço; e, com um bom Pregão chegamos a isso, a um preço melhor.”

Para Ivanice Alves Silva, servidora do setor de Licitação da prefeitura de Ataléia, o curso foi importante para aprimorar seus conhecimentos. “O que me chamou mais atenção foi sobre o Pregão, por ser possível visualizar várias situações diferentes, como qualidade, valores, o que pode agregar no município e o que não pode. Vejo muitas possibilidades para colocar em prática. Muitos municípios adotam procedimentos errados e que podem prejudicar a gestão, e no curso, foram apresentadas as formas corretas.”

Publicado em 22 de fevereiro de 2018.