Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > AMM apoia Defesa Civil na realização do Seminário da Seca para preparar os gestores municipais durante o período de estiagem

AMM apoia Defesa Civil na realização do Seminário da Seca para preparar os gestores municipais durante o período de estiagem

A Associação Mineira de Municípios (AMM) apoiou a realização do Seminário de Seca 2020, promovido pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), nos dias 12, 13 e 14 de maio. O evento foi realizado online, ao vivo, no canal da Cedec no Youtube, utilizando a estrutura do estúdio da AMMTV. O seminário teve o objetivo de promover a cultura da resiliência e antecipar as ações dos gestores municipais durante o período da seca (abril a setembro).

Para o Coordenador Estadual da Defesa Civil de Minas Gerais, Coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, a participação de cada município no encontro garante que os coordenadores locais contribuam com a diminuição do sofrimento da população mineira afetada com os efeitos da estiagem. “A capacitação transmite informações aos prefeitos, coordenadores municipais de proteção e defesa civil e prestadores de serviço de distribuição de água potável (pipeiros), quanto aos critérios e procedimentos a serem adotados para ter acesso, se necessário, ao processo de Transporte e Distribuição de Água Potável (TDAP) e doação de cestas básicas aos afetados pela seca no Estado”, destacou.

Colocando em prática essas condutas, os coordenadores contribuem com a diminuição do sofrimento da população mineira afetada com os efeitos da seca, principalmente das regiões Norte, Vale do Jequitinhonha e Mucuri.

Plano de Convivência com a Seca 2020

O Plano de Convivência com a Seca 2020 foi lançado pelo governo estadual durante o seminário online. O documento contém um diagnóstico da seca em Minas Gerais e também uma análise do ambiente que a compõe. Com base nisso, foram elencadas ações prioritárias a serem adotadas pela Defesa Civil no processo de mitigação dos efeitos causados no período de estiagem, de abril a setembro. O objetivo é garantir dignidade e qualidade de vida às pessoas que vivem nas áreas afetadas.

Para o chefe do Gabinete Militar do Governador,coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, o lançamento do plano deste ano envolve, além de ações que visam a prevenção à seca, medidas inovadoras para conter esse fenômeno. “Conseguimos colocar soluções que poderão trazer mais conforto e resiliência às comunidades, principalmente do semiárido mineiro. Temos o projeto de entrega de água com o caminhão pipa, que deve atender mais municípios neste ano, e temos também o Programa Água Doce, uma política pública permanente, que esperamos começar as obras até o fim do ano”.

O programa Programa Água Doce (Pad) será realizado pela Cedec, juntamente com o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema). A iniciativa prevê a instalação de dessalinizadores em 69 localidades rurais do semiárido brasileiro, com a finalidade de tornar a água própria ao consumo humano e a usos diversos.

Ações

Os municípios localizados, em sua maior parte, nas regiões Norte e vales do Mucuri e Jequitinhonha, são os mais atingidos pelos efeitos da seca em Minas Gerais. No período de estiagem, isso é, quando não ocorrem chuvas, essas cidades têm sua economia afetada pelas consequências do fenômeno na agricultura e pecuária. A falta de água ainda impacta diretamente a qualidade de vida de toda a população que reside nesses locais.
Para reduzir e responder à seca, a Defesa Civil tem desenvolvido várias ações. Em 2019, a Cedec atendeu 76 municípios, por meio do Transporte e Distribuição de Água Potável (TDAP), levando água para mais de 100 mil pessoas. Além disso, o órgão também entregou 15.631 cestas básicas a 102 municípios, e apoiou 148 cidades na decretação de situação de emergência.