Home > Comunicação > Notícias > AMM alerta gestores da área da saúde sobre cuidados com o coronavírus

AMM alerta gestores da área da saúde sobre cuidados com o coronavírus

A assessoria do departamento de Saúde da Associação Mineira de Municípios (AMM) alerta os gestores sobre a importância de apoiar o Governo do Estado na campanha contra a disseminação do coronavírus, que tem causado doença respiratória, com casos recentemente registrados na China.

Em Minas Gerais, há dois casos suspeitos sendo analisados. Em 21 de janeiro, a UPA Centro-Sul de Belo Horizonte recebeu uma paciente, brasileira, de 35 anos, proveniente da China (esteve em Shangai), com sintomas respiratórios compatíveis com doença respiratória viral aguda, mas o caso foi descartado.
Coronavírus 

Os coronavírus são uma grande família viral, conhecidos desde meados de 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Geralmente, as infecções causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum.

Alguns coronavírus podem causar doenças graves com impacto importante em termos de saúde pública, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), identificada em 2002 e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS), identificada em 2012.

Os sinais e sintomas clínicos do novo coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Os principais sintomas são:

– Febre.
– Tosse.
– Dificuldade para respirar.

A transmissão costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

A doença pode ficar incubada até duas semanas após o contato com o vírus. Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar diagnóstico e iniciar o tratamento.

Investigações

Em 31 de dezembro de 2019, o Escritório da OMS na China foi informado sobre casos de pneumonia de etiologia desconhecida (causa desconhecida) detectada na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. De 31 de dezembro de 2019 a 3 de janeiro de 2020, um total de 44 pacientes com pneumonia de etiologia desconhecida foram notificados à OMS pelas autoridades nacionais da China. Durante esse período relatado, o agente causal não foi identificado.

Mais informações aqui e com a assessora do departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433.