Home > Coronavírus > AMM acompanhou reunião virtual com Secult e Fecitur para apresentação do plano Minas Consciente

AMM acompanhou reunião virtual com Secult e Fecitur para apresentação do plano Minas Consciente

Encontro virtual foi transmitido pelo Youtube e acompanhado por representantes das Instâncias de Governança Regionais (IGRs) e de gestores das secretarias municipais e órgãos de turismo das prefeituras

Atuar de forma integrada para elaborar estratégias seguras e consistentes na retomada gradual das atividades turísticas em Minas Gerais: esta foi a principal discussão da reunião virtual entre representantes da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) e da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur-MG), com participação das Secretarias de Estado de Saúde (SES) e de Desenvolvimento Econômico (SEDE).

Transmitido pelo Youtube e acompanhado por representantes das Instâncias de Governança Regionais (IGRs) e de gestores das secretarias municipais e órgãos de turismo das prefeituras, o encontro on-line teve o objetivo de apresentar aos participantes o plano Minas Consciente, elaborado pelo Governo do Estado, e a importância da adesão a ele para, de forma conjunta, fortalecer os municípios para a reabertura do turismo nos territórios mineiros.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo, Lêonidas Oliveira, explicou que a pasta está em processo de planejamento de um programa de abertura gradual das atividades turísticas em Minas Gerais e que, para que ele seja bem-sucedido, é necessário que os municípios pertencentes às IGRs estejam alinhados com as ondas orientadas pelo Minas Consciente.

“A primeira etapa será um trabalho conjunto entre Estado e IGRs, para valorizar o território mineiro e o sentimento de pertencimento a ele, engajando as pessoas no turismo de proximidade. É fundamental que os municípios que fazem parte das IGRs estejam atuando com os mesmos protocolos sanitários de retomada das atividades. Isso é importante para que as políticas do retorno das atividades turísticas estejam bem consolidadas e seguras, já que a segurança sanitária é o primeiro passo para que os turistas estejam confiantes ao viajar por Minas Gerais”, afirmou o secretário.

O plano Minas Consciente foi apresentado pelo chefe de gabinete da SES, João Pinho, que explicou os critérios de cada onda de retomada e também o passo a passo da adesão para orientar os gestores do circuito, prefeitos e secretários de turismo que estavam presentes na reunião. “Estamos trabalhando também no sentido de sensibilizar os gestores para a questão da autonomia: quando a prefeitura adere ao plano, ela não perde a autonomia de decidir sobre estratégias de enfrentamento à crise, e sim anda de mãos dadas com as secretarias de Estado que estão em constante avaliação sobre posturas e medidas necessárias para proteger a população e movimentar a economia ao mesmo tempo”, enfatizou.

O secretário adjunto da SEDE, Fernando Passalio, disse que a pasta está à disposição da Secult para pensar em estratégias de retomada das atividades turísticas em Minas Gerais. “Salvar o turismo também é salvar vidas. Estamos acompanhando de perto o trabalho que a Secult vem fazendo para apoiar os setores da cultura e do turismo no enfrentamento à crise e colocamos a SEDE como uma grande aliada para rever protocolos e condutas que permitam, na medida do possível, a reabertura gradual dos circuitos turísticos de Minas Gerais”, afirmou.

Para a presidente da Fecitur, Anne Souza, é fundamental uma política de retomada que mantenha vivos, na memória do turista, o desejo de conhecer os territórios mineiros e a vontade de estar em Minas Gerais. “Construir esse plano de reabertura gradual requer muito diálogo, porque temos regiões muito diferentes, com todas as suas peculiaridades, e temos de ser justos com cada uma delas. Estamos à disposição para essa elaboração construtiva e colaborativa”, pontuou.

Também participaram da reunião parceiros da Secult que já atuam diretamente nos territórios e contribuem para o planejamento da retomada gradativa das atividades turísticas, como: Associação Mineira de Municípios (AMM); Conselho Estadual do Turismo (CET); Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas em Minas Gerais (Sebrae-MG); Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial em Minas Gerais (Senac-MG); Serviço Social do Comércio em Minas Gerais (SESC-MG) e Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau.

Fonte: Secult.

Confira a reunião virtual aqui.

Mais informações com a assessora do departamento de Cultura e Turismo da AMM, Brenda Grandioso, pelo telefone (31) 2125-2437.