Home > COMUNICAÇÃO > Departamento de Comunicação > Notícias > Toninho Andrada assume presidência da AMM

Toninho Andrada assume presidência da AMM

O prefeito de Barbacena, Antonio Carlos Doorgal de Andrada, conhecido como Toninho Andrada, filiado ao PSB, é o novo presidente da Associação Mineira de Municípios, a partir de hoje, sexta-feira,  3 de junho. A sucessão se deu devido ao pedido de desincompatibilização do ex-presidente, Antonio Julio de Faria, prefeito de Pará de Minas e também do 1º vice-presidente da Casa, Rui Gomes Ramos, prefeito de Pirajuba, que devem concorrer à reeleição nos seus municípios. Toninho Andrada, na atual gestão, ocupava o cargo de 2º vice-presidente e revelou que não disputará a reeleição para a prefeitura de Barbacena.

Os documentos, dos prefeitos que pretendem disputar a reeleição, foram assinados seguindo as exigências da edição da Lei Complementar n.º 64/90, a qual prevê, nos incisos IV e VII, do art. 1º, os casos de inelegibilidade.

Toninho Andrada reassume a Casa, já que foi presidente da AMM no biênio 2013/2015. Na época, sua gestão ficou marcada pela sua defesa cotidiana e exigência do respeito às causas municipalistas. Em entrevista à revista Notícias das Gerais, em março de 2015, ele disse que “os tecnocratas de Brasília pouco conhecem a realidade do nosso interior, do Brasil real, e tratam as cidades e os cidadãos como índices estatísticos.”

Para Antonio Carlos Andrada voltar à presidência da maior entidade municipalista do país é sempre motivo de luta, arregaçar de mangas, e honra. ” Com certeza a missão é extremamente delicada, devido à enorme crise financeira e administrativa que assola o país. Ao mesmo tempo, uma oportunidade que exige coragem e dedicação para liderar e ser porta voz dos 853 municípios mineiros.”

Perfil

Antônio Carlos Doorgal de Andrada, mais conhecido como Toninho Andrada, faz parte de uma família tradicional de políticos com base eleitoral em Barbacena e região. Ele próprio já ocupou vários cargos públicos.

Em 2012, Toninho renunciou ao cargo de conselheiro vitalício do Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCE), com salário na época de R$ 26 mil mensais, para disputar a Prefeitura de Barbacena, no Campo das Vertentes. “Na política, tenho mais liberdade. No tribunal, seria conselheiro a vida inteira, cheio de limitações. No TCE eu tenho estabilidade, mas na política eu tenho possibilidades”, afirmou Andrada, em 2012, ao explicar os motivos da renúncia.

Toninho Andrada também já foi vereador e prefeito de Barbacena entre 1989 e 1996 e ex-deputado estadual, de 1999 a 2005, quando renunciou ao mandato para assumir a vaga de conselheiro no TCE.

You may also like
Antônio Julio deixa AMM com balanço positivo
Frente de prefeitos empossa gestores mineiros
Presidente da AMM confirma presença na posse dos deputados na ALMG