Home > COMUNICAÇÃO > Departamento de Comunicação > Notícias > Seminário apresenta os desafios da área da saúde aos novos prefeitos

Seminário apresenta os desafios da área da saúde aos novos prefeitos

A capital mineira recebe gestores de todo o Estado, nos dias 7, 8 e 9 de novembro, para o seminário “Então Prefeito!… E a Saúde?”, que tem o objetivo de expor, aos prefeitos eleitos dos municípios de Minas Gerais, as diretrizes e especificidades da área da Saúde e sua administração, o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e as formas para potenciar a assistência à população dos 853 municípios mineiros. A Associação Mineira de Municípios (AMM) está sendo representada, no evento, pelo superintendente da instituição, Gustavo Nassif, o gerente-geral, Luiz Roberto Chaves, e a assessora do Departamento de Saúde, Juliana Marinho.

De acordo com o superintendente da AMM, Gustavo Nassif, as entidades trabalham com foco na cooperação como a solução para a efetividade do serviço de saúde. “Reconhecemos a importância do SUS, sabemos das dificuldades enfrentadas no Estado de Minas Gerais, com os repasses, aquisição de medicamentos, judicialização e o desemprego, que sobrecarrega o atendimento nos municípios. Também reconhecemos que o gestor, que hora ingressa, precisa estar muito bem assessorado, não somente na área da saúde, mas em todas as demais que irão trabalhar na administração municipal. Enfatizo que a AMM será parceira de vocês, a todo o momento, com a cooperação de todos aqui envolvidos, pois não seremos capazes sozinhos, precisaremos somar esforços”, afirmou o superintendente.

No seminário, estão sendo debatidos temas relevantes aos novos gestores: como se organizam as políticas de saúde do SUS; como está a saúde pública e as responsabilidades do gestor da saúde; quais são os instrumentos de gestão do SUS e suas implicações; quais são e como fazer a gestão dos recursos financeiros do SUS; e os aspectos jurídicos e de controle da gestão do SUS.

cosens-2

No dia 9 de novembro, o gerente-geral da AMM, Luiz Roberto Chaves, é o palestrante convidado para o painel: O papel do Controle Interno na fiscalização do gasto público em Saúde. “Na atual conjuntura econômica e financeira vivenciada pelos municípios mineiros, sobreleva-se, ainda mais, o papel fundamental exercido pelo controle interno consistente na fiscalização do gasto de verbas públicas tão escassas no cenário atual. Daí decorre a importância do controle interno, sobretudo na fiscalização dos gastos públicos em ações e serviços públicos de saúde, cujo papel do controle interno deve ser efetivo de modo a obstar a malversação e uso indevido de verbas públicas desse segmento administrativo essencial para toda a coletividade. A atuação efetiva do controle interno municipal pode culminar na prestação de serviços de qualidade aos cidadãos”, salienta Luiz Roberto.

O encontro foi organizado pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (COSEMS/MG), em parceria ao Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). “Estamos vivenciando um momento de grandes mudanças. Com mais de 60% de novos gestores, é muito importante reforçar as diretrizes e especificidades da administração pública de saúde, visando garantir e aperfeiçoar as ações e serviços. É um momento de reflexão, garantindo qualificar os prefeitos para este grande desafio, que é a gestão da saúde”, enfatiza a assessora do Departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho.

cosens-3

VI Congresso Mineiro de Prefeitos Eleitos 

Nos dias 9 e 10 de novembro, a Associação Mineira de Municípios (AMM) promove o VI Congresso Mineiro de Prefeitos Eleitos, que tem como objetivo debater os desafios do processo de transição política/administrativa para as gestões municipais 2017-2020. A expectativa é a de que mais de 500 gestores municipais participem dos dois dias de debates, no The One Business Center, em Belo Horizonte.

 

Fotos: AMM. Publicado em 9 de novembro de 2016