Home > COMUNICAÇÃO > Departamento de Comunicação > Notícias > Prorrogado o período de adesão à campanha nacional contra hanseníase

Prorrogado o período de adesão à campanha nacional contra hanseníase

As secretarias de saúde dos municípios mineiros terão até o dia 30 março para fazerem o cadastro de adesão à Campanha Nacional de Hanseníase, Geo-helmintíases, Tracoma e Esquistossomose no FORMSUS. O prazo, inicialmente, seria até o dia 11.

Para participar da Campanha, é necessário que o município faça seu cadastro, preenchendo todos os dados com veracidade, e anexar um termo de compromisso assinado pelo gestor municipal de saúde.

A campanha consiste no fornecimento de medicamentos necessários para cada agravo e dos materiais impressos que serão utilizados durante o processo. A edição deste ano definiu novamente como alvo os alunos do ensino fundamental e a mobilização concentra ações para detectar e cuidar de pacientes com hanseníase.

Identificação

Para detectar os casos de hanseníase, é utilizado um formulário denominado ficha de autoimagem, que os estudantes devem levar para casa. Após o preenchimento, os pais ou responsáveis devolvem-na para a escola. Depois, os profissionais de saúde fazem a triagem das fichas e os casos com lesões suspeitas de hanseníase são encaminhados à unidade de saúde para confirmação diagnóstica e tratamento.

No caso do tracoma, os estudantes são submetidos ao exame ocular externo realizado por profissionais capacitados e os casos positivos e seus contatos domiciliares são encaminhados para tratamento.

Hanseníase

Descoberta em 1873 por um cientista chamado Hansen, a hanseníase, também conhecida como lepra, é uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae.

A doença é curável, mas, se não tratada, pode ser preocupante. A transmissão ocorre pelo contato íntimo e contínuo com o doente não tratado. Apesar de ser uma doença da pele, é transmitida por meio de gotículas que saem do nariz, ou pela saliva do paciente. Não há transmissão pelo contato com a pele do paciente.

Acesse o formulário da campanha.

Publicado em 14.03.2016.