Home > COMUNICAÇÃO > Prazo para aderir à expansão do serviço de acolhimento vai até o fim de março

Prazo para aderir à expansão do serviço de acolhimento vai até o fim de março

Os gestores municipais devem ficar atentos. Está aberto o prazo para adesão do programa de expansão da oferta de serviço de acolhimento a crianças, adolescente e jovem até 21 anos.

Os gestores municipais precisam apresentar um plano de acolhimento com metas e prazos que devem ser cumpridos até o ano de 2017. O prazo para apresentação desse plano é de 6 meses a contar da data de adesão a expansão do serviço que vai até dia 24 de março. É necessário o preenchimento de termo de aceite por meio eletrônico.

O principal objetivo deste serviço é garantir às crianças, adolescentes e jovens o direito à convivência familiar e comunitária quando esses estão rompidos ou fragilizados. Esses serviços de acolhimento são ofertados pelos Municípios em unidades Casa-Lar, Abrigo, Família Acolhedora e República.

O reordenamento do serviço é o principal destaque para essa expansão, o que proporcionou um aumento no repasse para a oferta do serviço, que antes era de R$90,00 por usuário e que agora será de R$5 mil para o atendimento de cada 10 vagas.

Municípios com mais de 20 mil habitantes podem aderir à expansão, desde que já tenham o serviço de acolhimento e possuam Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e um Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Os Municípios com menos de 20 mil habitantes devem ter o Cras ou estar em processo de implantação.

Acesse o termo de aceite:

http://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/snas/ta2013f274/auth/index.php

Fonte : Portal CNM