Home > COMUNICAÇÃO > Plenário mantém prorrogação de prazo dos lixões

Plenário mantém prorrogação de prazo dos lixões

Os deputados mantiveram a prorrogação do prazo, até 2018, para municípios acabarem com os lixões e criarem aterros sanitários.  A matéria foi votada nesta terça-feira, 13 de outubro, durante sessão no Plenário. Segundo o relator da Medida Provisória, deputado Jovair Arantes, essa mudança foi pedida por mais de 4 mil municípios que não conseguiram seguir o previsto na Política Nacional de Resíduos Sólidos. “Prefeitos serão detidos, presos, terão suas contas inviabilizadas. E o Ministério Público vai fazer todo tipo de barbaridade com os prefeitos”, afirmou.

O líder do governo, deputado José Guimarães, também defendeu a extensão do prazo. “O que o relator quis foi evitar que os municípios fiquem inadimplentes. Temos compromisso com a sustentabilidade, a cada ano os municípios estão se regularizando.”

Essa é a terceira tentativa de prorrogar o prazo. Uma delas, na Medida Provisória 649/15, não prosperou porque a medida perdeu o prazo de vigência. A segunda tentativa foi objeto de veto a dispositivo da Medida Provisória 651/14, mantido pelo Congresso Nacional em dezembro do ano passado. Na justificativa do veto, o Executivo argumentou que a prorrogação do prazo iria contrariar o interesse público por “adiar a consolidação de aspectos importantes” da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Publicado em 15/10/15

 

You may also like
Municípios ainda podem prorrogar prazos de obras no Sismob
Funasa disponibiliza auxílio para aquisição de veículos para resíduos sólidos
FUNASA publica edital para municípios até 50 mil habitantes
Prestação de contas municipais deve ser enviados pelo Siconfi até o dia 30