Home > COMUNICAÇÃO > Fórum da AMM aborda novas regras contábeis

Fórum da AMM aborda novas regras contábeis

Devido às significativas mudanças enfrentadas pela contabilidade e os impactos desta adequação para os administradores públicos, a Associação Mineira de Municípios (AMM) promove, nos dias 23 e 24 de junho, o V Fórum Mineiro de Contabilidade Pública Municipal, em Belo Horizonte. O encontro visa capacitar os servidores para as novas normas estabelecidas pela Lei 4.320/64, que ajusta procedimentos contábeis aos padrões internacionais.

Entre os temas abordados estão a contabilização dos consórcios dentro do Plano de Contas do município, questões relacionadas ao patrimônio público e os lançamentos e demonstrações contábeis aplicadas ao setor.

Na abertura do evento, o presidente da AMM e prefeito de Pará de Minas, Antonio Júlio, ressaltou que a adequação às normas internacionais é um desafio, principalmente para os municípios de pequeno porte, que encontram dificuldades técnicas e de infraestrutura. “A AMM está atenta à legislação que é imposta, sem que sejam levadas em conta as diferentes realidades do país. Uma contabilidade transparente é essencial para a eficácia da administração pública, por isso é importante que os servidores e gestores da área estejam capacitados”.

O conselheiro Regional de Contabilidade de Minas Gerais, Rogério de Souza Girardelli, representando o presidente do CRC-MG, Marco Aurélio Cunha de Almeida, explicou que diante deste novo cenário, o setor passa a priorizar a questão patrimonial do município em detrimento do fluxo de caixa. “Existem demandas de que a contabilidade do setor público registre os dados e os fatos produzidos pelo setor público, visando dar transparência às ações governamentais”, disse.

DSC_0802Também sobre esse assunto, o professor e auditor Milton Mendes Botelho explicou que, se o contador não estiver capacitado para tratar as questões relacionadas ao patrimônio público, os municípios podem ficar impedidos de receber transferências do governo e realizar convênios, inviabilizando as contas das prefeituras. “A responsabilidade pela evidenciação do patrimônio é do contador, mas os atos que darão base a ela são atribuições de setores específicos. Resta agora organizar o setor e entender qual a função de cada administrador”.

A programação do Fórum foi dividida em palestras seguidas de oficinas de capacitação, para que os participantes possam aprimorar teoria e prática em uma mesma oportunidade.  No primeiro dia, também foi abordada a questão do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público (PCASP) e os consórcios públicos. No segundo dia do evento, os palestrantes irão tratar sobre planejamento orçamentário, lançamentos contábeis típicos e Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público (DCASP).

You may also like
Contabilidade Pública Municipal em final de mandato é tema de Fórum da AMM
AMM e TCE formam comissões para discutir pautas municipalistas
AMM esclarece o repasse de 0,5% do FPM
Fórum capacita para novas normas contábeis