Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > Mais uma vez, Governo de Minas descumpre acordo com os municípios e AMM aciona PGR pela intervenção no Estado

Mais uma vez, Governo de Minas descumpre acordo com os municípios e AMM aciona PGR pela intervenção no Estado

No dia 2 de fevereiro de 2018, a Associação Mineira de Municípios (AMM) reuniu mais de 400 prefeitos na Cidade Administrativa, quando foi dado 45 dias para o Governo do Estado de Minas Gerais quitar os débitos com os municípios mineiros. O dia 19 de março foi a data estipulada pelos prefeitos para a quitação da dívida e o Estado prometeu solucionar a questão em 90 dias. O prazo venceu ontem, dia 2 de maio, e, mais uma vez, nada foi oficializado. A dívida com os repasses de ICMS e IPVA passa dos R$ 1,2 bilhão.

Com essa situação, na manhã desta quinta-feira, 3, o prefeito de Moema e presidente da AMM, Julvan Lacerda, 1º vice-presidente eleito da CNM, protocolou representação direcionada à procuradora-geral da República, Raquel Elias Ferreira Dodge, solicitando intervenção no Estado de Minas Gerais. A representação (PGR-00228561/2018) foi protocolada praticamente um ano após o início dos constantes atrasos dessas transferências. Ao longo desse período, a AMM organizou intensas mobilizações, reunindo mais de 500 prefeitos em eventos na Associação, no CREA-MG, em 10 cidades do Estado, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e, inclusive, na casa do Governo Mineiro – Cidade Administrativa.

“Ontem, venceram os 90 dias e o Governo não nos deu sequer satisfação sobre os pagamentos. Estamos aqui na Procuradoria-Geral da República para entregar esta representação, após fazer o mesmo no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais e pedir socorro ao Ministério Público, à Assembleia Legislativa e as prefeituras moverem mais de 160 ações judiciais, porque os municípios não aguentam mais”, afirmou Julvan Lacerda.

Publicado em 3 de maio de 2018.