Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > Presidente da AMM é eleito vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios

Presidente da AMM é eleito vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios

O segundo dia do mês de março foi de reconhecimento ao trabalho da gestão 2017-2019 da Associação Mineira de Municípios (AMM) com a eleição do presidente da entidade e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, como 1° vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM). “É uma vitória do municipalismo mineiro, uma vez que estou no cargo como representante de todos os prefeitos de Minas Gerais, ao lado do novo presidente da entidade, o companheiro Glademir Arold, do Rio Grande do Sul, e com representantes de todo o País, em uma chapa única, montada de forma apartidária”, reforçou Julvan.

É a primeira vez, em toda a história da CNM, que Minas Gerais conquista a 1ª presidência da entidade. “É uma posição estratégica para reforçar a nossa luta em defesa da causa municipalista e valorizar o movimento mineiro no cenário nacional. Agradeço aos colegas que assinaram a lista de apoio para o registro da chapa e os que votaram para concretizar nossa vitória”, enfatiza o presidente da AMM.

Votação

A votação se encerrou às 18 horas do dia 2 de março e ocorreu por meio eletrônico, via internet, para facilitar o acesso de todos. Para aqueles que preferiram votar em Brasília, ficou disponível uma urna eletrônica na sede da CNM, no espaço destinado aos prefeitos.

O voto é secreto e os eleitores aptos recebem senha individual e intransferível, por meio de carta registrada e lacrada. Os prefeitos mineiros foram importantes na decisão final com 47% dos votos dos gestores de Minas afiliados à CNM.

Novo presidente

O novo presidente da CNM, Glademir Aroldi, reforça a importância da chapa única como sendo de consenso entre os prefeitos de todo o País, que se uniram e escolheram um representante para cada região: presidência (Sul), 1ª vice-presidência (Sudeste, com Julvan Lacerda – MG), 2ª vice-presidência (Nordeste, com Eures Pereira – Ba), 3ª vice-presidência (Norte, com Jairo Mariano – To), 4ª vice-presidência (Centro-Oeste, com Haroldo Naves – Go). “O presidente Paulo Ziulkoski vai deixar um legado de grande responsabilidade, pois foi responsável por transformar a CNM na maior entidade municipalista do mundo.”

Aroldi reforça o trabalho da entidade e cita a união dos prefeitos como a força desta gestão para trabalhar em prol das reformas imprescindíveis ao desenvolvimento do municipalismo, como a tributária. “Conto com o presidente da AMM, Julvan Lacerda, que sempre trabalhou ao lado de Paulo, com sua força, conhecimento e brilhante atuação nas causas dos municípios do Estado de Minas Gerais”, afirma.

Diretoria

Assumem também os cargos de 1º secretário, Hudson Brito, e 2º secretário, Eduardo Tabosa. Para 1º tesoureiro, Jair Souto, e como 2º tesoureiro, João Gonçalves Junior.

O conselho fiscal da entidade será composto por Jonas Moura de Araújo, Expedito Nascimento e Christiano Cavalcante, como titulares. Como suplentes estarão: Pedro Henrique Machado, Marilete Vitorino e Cleomar Cunha.

A diretoria da Confederação abriga ainda um conselho de representantes regionais. O titular da Região Norte será Francisco Aguiar da Silva e o suplente Wagne Machado. O titular da Região Sul será Marcel Henrique Micheletto, com suplência para Alcides Mantovani. Já a Região Sudeste, terá como titular Daniela de Cássia Brito, cujo suplente será Luciano Salgado.

Para a Região Nordeste, Rosiana Beltrão Siqueira, será a titular e o seu suplente Roberto Bandeira. Por fim, na Região Centro-oeste, Rafael Machado será o representante regional, juntamente com Pedro Arlei Caravina.

A posse da nova diretoria da CNM será durante a tradicional Marcha dos Prefeitos, de 21 a 24 de maio, em Brasília. Confira o resultado das eleições aqui (clicando aqui).

Publicado em 3 de março de 2018.