Home > COMUNICAÇÃO > Departamento de Comunicação > Notícias > Diretoria da AMM entrega Menção Honrosa e Prêmio Mineiro de Boas Práticas a gestores municipais

Diretoria da AMM entrega Menção Honrosa e Prêmio Mineiro de Boas Práticas a gestores municipais

Contemplar e impulsionar projetos criados pela administração pública foi o objetivo do Prêmio Mineiro de Boas Práticas, entregue no encerramento do segundo dia (4 de maio) do 33° Congresso Mineiro de Municípios a cinco gestores públicos, que se destacaram por comprovar como é possível empreender no âmbito da administração municipal.

Na categoria Gestão Social, Andradas foi vencedora, com a prática “Frente de trabalho”, que visa proporcionar oportunidades, renda, qualificação profissional, valorização, autoestima, convívio social e cidadania aos cidadãos desempregados, além de reinseri-los no mercado de trabalho. E Pirajuba com a prática “Idoso em ação”, que tem como objetivo proporcionar acesso de qualidade a pessoas da terceira idade a atividades esportivas, culturais e de lazer.

Uberaba foi reconhecida no eixo Gestão Ambiental, com o projeto “Manejo integrado de sistemas agroambientais”, criado para melhorar a qualidade e a quantidade das águas do Rio Uberaba, além de incentivar o produtor rural a integrar agropecuária e meio ambiente. Itaúna também foi agraciada, na mesma categoria, com a prática “Coleta –Seletiva – Gestão Própria e Contratação de Catadores”. E Itaúna venceu com a prática “Coleta Seletiva: Gestão própria e contratação de catadores garantem qualidade e eficiência”.

Na categoria Gestão da Saúde, o Prêmio foi dividido pelas cidades de Andradas e Moema, com as iniciativas “Redução da mortalidade materna, fetal e infantil”, projeto que objetiva a redução da mortalidade materna, fetal e infantil no município, e o “Projeto vida saudável e sem dengue”, proposta que tem como intuito mobilizar e conscientizar a população sobre alternativas de combate ao mosquito transmissor da dengue, por meio de ações para limpeza de ruas e lotes vagos e do correto acondicionamento do lixo doméstico, respectivamente.

Como forma de incentivar e compartilhar as boas práticas apresentadas e que concorreram nesta edição do prêmio, a AMM concedeu Menção Honrosa às práticas “Casa do pequeno jardineiro” (de Araxá), “Programa de Recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Bicudo” (de Corinto e Morro da Garça), “Grupo de saúde em movimento” (de Delta), “Itaguara no caminho da sustentabilidade” (de Itaguara), “O reciclar de uma cidade” (de Jeceaba), “Oficina de Literatura além da Rua – Centro Pop” e Agentes Ambientais Mirins – Semeando um futuro melhor” (de Pará de Minas), “Internações compulsórias e judicialização da saúde” (de Patrocínio) e “Movimente” (de São Sebastião da Vargem Alegre).

De acordo com o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM) e prefeito de Pará de Minas, Antônio Júlio de Faria, os projetos vencedores se tornam referência e inspiração para os outros municípios. “Ações como o prêmio comprovam o comprometimento da Associação Mineira com a qualidade da administração municipal e principalmente com o bem-estar dos mineiros”, ressalta.

Em 2016, o Prêmio, realizado pela Associação Mineira de Municípios (AMM), teve recorde de inscrições, totalizando 65 projetos. Entre os inscritos, a comissão julgadora selecionou 15 finalistas (cinco em cada eixo) e quatro práticas vencedoras.

Foto: Denilson Soares.
Publicado em 06.05.2016.

You may also like
Cresce o número de participantes do Prêmio Mineiro de Boas Práticas
Últimos dias para se inscrever no Prêmio de Boas Práticas