Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > Curso da AMM apresenta ferramentas para o sistema de registro de preços nas licitações

Curso da AMM apresenta ferramentas para o sistema de registro de preços nas licitações

Apresentar mecanismos para auxiliar a administração pública a comprar melhor, com eficiência e economicidade é o objetivo do curso “Sistema de registros de preços” oferecido pelo Centro de Qualificação para a Gestão Pública (CQGP), da AMM, nos dias 6 e 7 de março, em Belo Horizonte.

“Este curso consiste na principal ferramenta que contribui para o planejamento das licitações por parte das prefeituras, pois permite que as contratações sejam trabalhadas com maior rigor, organização e produtividade. Para isso, é importante que a prefeitura busque identificar a quantidade de licitações que fez no ano anterior; diminuir a quantidade de licitações; aumentar a produtividade; prolongar o período das suas contratações; e reduzir a parte burocrática para trabalhar com mais eficiência”, explicou o professor e consultor Felipe Ansaloni.

Na sala, os olhos ficavam atentos a tantos detalhes e ao rigor da legislação. E os alunos aprovaram o curso e a didática adotada. Na avaliação de Elci Rodrigues, pregoeiro do município de Periquito, o professor tem domínio da matéria e o conteúdo do curso é consistente. “É muito válido poder entender esse universo e acabar com o receio que a própria legislação nos traz. As licitações são obrigatórias e os processos muito fiscalizados. Então, quando você prepara o processo toma cuidado com todas as etapas para que saia tudo perfeito.”

O pregoeiro do município de Capitão Andrade, César Fernandes, conta que o curso foi importante para esclarecer as dúvidas da equipe da prefeitura. “O curso é bastante instrutivo, aprendi coisas novas, que eu não sabia que existiam, e vou embora com alguns pontos da legislação para poder estudar. E pretendemos utilizar o banco de dados da AMM e pegarmos carona com atas ou processos de outras cidades.”

Banco de dados

Na oportunidade, foi apresentado aos participantes o banco de atas de registro de preços lançado pela AMM nesta semana. O espaço fica dentro do “Portal dos afiliados” e, nesse ambiente, os gestores podem registrar atas, editais de licitação, entre outros documentos.

O professor Felipe Ansaloni salienta que essa ferramenta ficará ainda melhor à medida que os municípios contribuírem com as informações. “É preciso colocar mais dados na base. Quanto mais informações sobre pregões e atas de registros de preços dos municípios, melhor estará a base. Com informações, a ferramenta conseguirá oferecer mais segurança aos municípios afiliados à AMM”, concluiu.

Acompanhe os cursos oferecidos pelo CQPG aqui.

Publicado em 7 de março de 2018.