Home > COMUNICAÇÃO > Caravana busca reconhecimento de 55 municípios do semiárido

Caravana busca reconhecimento de 55 municípios do semiárido

Em defesa dos interesses dos municípios do semiárido mineiro, a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene – AMAMS, realiza nesta quinta e sexta-feira, duas reuniões com prefeitos e representantes de 55 cidades das regiões do Vale do Jequitinhonha e Norte de Minas. O objetivo do encontro é apresentar às cidades da região, e às que estão fora do semiárido brasileiro, informações sobre os benefícios e investimentos que os seus municípios tem deixado de receber, além traçar o planejamento das próximas ações. O movimento tem o apoio da EMATER.

As reuniões serão realizadas nos dias 01 e 02 de agosto nas cidades de Montes Claros e Itamarandiba respectivamente, e têm o intuito de formalizar um documento, que será levado a Brasília pelos 55 prefeitos. A caravana esta prevista para acontecer na segunda quinzena de agosto com reuniões com a Presidente da República, Dilma Rousseff, e aos ministros da Integração Nacional, Fernando Bezerra; e da Agricultura, Antônio Andrade.

O presidente da AMAMS e prefeito de Mirabela, Carlúcio Mendes Leite, disse que sem o reconhecimento do Ministério da Integração Nacional, os municípios estão impedidos de receber ações básicas de combate aos efeitos da seca como a construção de cisternas de placas, a perfuração de poços artesianos e a construção e ampliação de reservatórios de água, só para citar alguns.

“O reconhecimento dos 35 municípios do Norte de Minas e os 20 do Vale do Jequitinhonha permitirá que centenas produtores rurais, grandes e pequenos, possam se beneficiar das políticas públicas da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) destinadas a minimizar os efeitos causados pela seca”, assinalou o presidente da AMAMS.

É preciso lembrar que os 55 municípios representam uma população de 1.010.225 habitantes, quase a metade das regiões do Norte de Minas (1.6614.971) e do Vale do Jequitinhonha (694.120).