Home > COMUNICAÇÃO > AMM se destaca em Encontro de prefeitos realizados em Belo Horizonte

AMM se destaca em Encontro de prefeitos realizados em Belo Horizonte

A distância entre prefeituras mineiras e governo federal é grande. Não apenas no sentido geográfico, mas principalmente no sentido político. O tempo e custo de uma visita ao Distrito Federal inviabiliza o trânsito de prefeitos na capital. Dessa maneira, o diálogo entre a União e municípios fica prejudicado. Sabendo da importância do estreitamento desse diálogo, a Associação Mineira de Municípios – AMM, apoiou e participou do Encontro Estadual de Prefeitos e Prefeitas de Minas Gerais – IV Etapa Belo Horizonte que acontece na última sexta-feira.

Representada pelo seu presidente Antonio Carlos Andrada, que também é prefeito de Barbacena, a entidade foi reconhecida por seu trabalho em aproximar as cidades da União. O evento é uma tentativa do governo federal de estreitar essa relação, mas revela que são necessárias mudanças. “Se está sendo necessário que o governo federal mobilize toda essa estrutura para ir até o interior, é porque há algo errado. Isso mostra que a centralização administrativa excessiva, como acontece hoje no Brasil, é nociva ao municípios. Se houver a descentralização, há uma desburocratização e isso facilita que as decisões sejam tomadas no local dos problemas”, explica Antonio Andrada.

Na abertura do evento, a AMM foi elogiada pelos presentes. “A Associação é uma das mais fortes do país quando o assunto é causa municipalista”, elogiou a ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. A ministra elogiou também a fala do presidente Antonio Andrada pela pauta que ele defende e pela coragem de cobrar melhorias. Isso porque em sua fala o presidente da Associação Mineira de Municípios foi incisivo ao cobrar mais descentralização nas decisões políticas. “A crise de representação de democracia demonstra que os poderes da república perderam legitimidade perante o povo. É preciso uma reaproximação com a população, um diálogo mais próximo. É necessário que a capilaridade municipal aconteça, por isso temos que discutir o modelo de federação que queremos”, disse Andrada em seu discurso, que foi interrompido diversas vezes com aplausos.

O Encontro serviu também para revelar a necessidade e a importância dos prefeitos se unirem para que as cidades tenham mais autonomia financeira e política perante a União. Diante do atual quadro político que Antônio Andrada mostrou em sua fala, o dia 13 de Dezembro ganhou ainda mais força como o dia de dizer Basta!