Home > Destaques > AMM vai ajuizar ação para garantir repasse da multa prevista na Lei da Repatriação aos municípios mineiros

AMM vai ajuizar ação para garantir repasse da multa prevista na Lei da Repatriação aos municípios mineiros

A Associação Mineira de Municípios (AMM), sempre atuando em defesa dos ideais municipalistas, coloca-se à disposição dos municípios mineiros para tentar obter, no Poder Judiciário, o repasse da multa proveniente do Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária (RERCT), conhecida como programa de repatriação de recursos não declarados ao exterior.

A Lei 13.254/16 estabeleceu que somente o Imposto de Renda (IR) arrecadado com o Programa seria repartido com os municípios, mas existe o preceito legal, que inclui ao repasse, os recursos arrecadados com as multas aplicadas. Atuando em defesa dos municípios, a AMM está trabalhando, com o Governo Federal, para conquistar o direito dos municípios em receber esses valores.

Ciente das dificuldades financeiras que a maioria das administrações públicas mineiras enfrentam, em decorrência da perda de arrecadação de tributos e da redução dos valores dos repasses constitucionais, bem como da especificidade da matéria discutida no processo, a AMM vai ajuizar uma ação em nome dos municípios mineiros pleiteando o repasse da multa prevista na Lei da Repatriação.

Saiba mais sobre a ação na Nota Explicativa da AMM (nota-explicativa-lei-13-254).

O Departamento Jurídico da AMM está à disposição das administrações municipais para eventuais esclarecimentos, pelos telefones: (31) 2125-2420 e (31) 2125-2405, ou pelo e-mail juridico@amm-mg.org.br.

Foto: Pixabay. Publicado em 29 de novembro de 2016.

You may also like
Municípios devem receber parte da multa arrecadada com o projeto da repatriação
Deputados prejudicam municípios e não dividem recursos da lei da repatriação