Home > COMUNICAÇÃO > Notícias > AMM participa do XXXIII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

AMM participa do XXXIII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde

Os municípios brasileiros poderão contar com R$ 1,7 bilhão de recursos federais para a área da saúde. O anúncio foi feito pelo ministro da saúde, Ricardo Barros, no dia 13 de julho de 2017, durante o XXXIII Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, que ocorreu entre os dias 12 e 15 de julho de 2017, em Brasília (DF).

Os recursos anunciados serão para custeio de serviços e ações na Atenção Básica, que incluem equipes de saúde da família, consultórios na rua, agentes comunitários de saúde e equipes de saúde bucal. Parte da verba também será destinada à aquisição de novos veículos para transporte de pacientes eletivos e em atendimento de urgência e emergência.

Do total de recursos, R$ 771,2 milhões serão investidos anualmente na Atenção Básica, principal porta de entrada para o SUS. O recurso servirá para custeio de 12.138 agentes comunitários de saúde, 3.103 novas equipes de Saúde da Família, 2.299 novas equipes de Saúde Bucal, 882 Núcleos de Apoio à Saúde da Família, 113 novas equipes de Saúde Prisional e 34 consultórios na rua. Todos estes serviços já estavam aptos para credenciamento e habilitação no Ministério da Saúde, aguardando somente disponibilidade financeira, uma vez que os recursos estavam sendo financiados unicamente pelos municípios.

Outros R$ 1 bilhão será destinado à compra de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e outros veículos para atender às necessidades da população. Sendo R$ 277,6 milhões destinados para compra de 1.500 ambulâncias do SAMU 192.

Além disso, mais R$ 510 milhões serão liberados aos municípios brasileiros para aquisição de 6.500 ambulâncias brancas e R$ 190 milhões para 1.000 vans. Esses veículos são usados para atender pacientes que necessitam de locomoção para os serviços de saúde, além de garantir o transporte de pessoas entre municípios e serviços de referência em outras cidades. Essa ação facilita o acesso a consultas, exames e internação para cirurgias eletivas.

Municipalismo

Os municípios mineiros foram representados no evento pelo presidente da AMM e prefeito de Moema, Julvan Lacerda, e a assessora do departamento de Saúde da entidade, Juliana Marinho.

O presidente da AMM foi mediador do Seminário Modelos de Assistência Farmacêutica e disponibilidade de medicamentos. Julvan Lacerda apresentou aos presentes dados e informações do dia a dia dos gestores municipais, as dificuldades encontradas na aquisição de medicamentos, o que contribuiu na apresentação dos modelos de assistência farmacêutica demonstrada pelos palestrantes.

Assinatura

Na abertura do Congresso, foram assinados os termos de compromisso entre o Conasems e o Instituto Rui Barbosa para desenvolvimento de mecanismos facilitadores para a aplicação e fiscalização dos recursos públicos. Com a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos, para desenvolvimento de uma plataforma, estudos e pesquisa em saúde, capacitação em inovação e tecnologia com foco na análise de mercado, demandas e logística. Outro termo, foi o compromisso com a Universidade de Brasília para apoio integrado a gestores e profissionais de saúde no combate ao Aedes e suas consequências.

Também foram premiadas cinco melhores experiências exitosas, uma de cada região do País. Os selecionados ganharam R$ 10 mil cada. Da região Nordeste foi escolhido o trabalho “De olho na consulta”, de Jaboatão dos Guararapes-PE. Belo Horizonte-MG foi a cidade vencedora da região Sudeste, com a experiência “A gestão da equidade no SUS-BH: relato da experiência com o projeto Família Cidadã”. O trabalho selecionado como o melhor da Região Norte foi do município Moju, no Pará, com a experiência “Matriciamento das ações de saúde mental na atenção básica no município de Moju-PA: um relato de experiência”. O município de Tigrinhos-SC foi o selecionado da região Sul com a experiência “Criança Sorriso: saúde bucal na escola” e o município de Nobres-MT foi o escolhido da região Centro-Oeste, com a experiência “Farmácia Viva-Arranjo produtivo local de plantas medicinais e fitoterapia”.

Durante todo o Congresso houve no estande do Ministério da Saúde, palestras de interesse municipal. No evento, foi apresentada ainda a “14ª Mostra Brasil, Aqui tem SUS”, que visa apresentar os 310 trabalhos inscritos em todo Brasil.

Mais informações com a assessora do departamento de Saúde da AMM, Juliana Marinho, pelo telefone (31) 2125-2433.

 

Publicado em 17 de julho de 2017.