Home > COMUNICAÇÃO > AMM leva alternativas para tratamento de lixo

AMM leva alternativas para tratamento de lixo

Mais de 400 municípios mineiros ainda não se adequaram à Lei Federal nº 12.305/2010 que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). De acordo com a legislação, o prazo para fechamento dos lixões acabou em agosto de 2014 e, desde então, os rejeitos precisam ter uma disposição final ambientalmente adequada.

Segundo o técnico do departamento de Meio Ambiente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Licínio Xavier, a Associação tem atuado de forma próxima aos municípios. “As prefeituras nos procuram em busca de assessoramento técnico. Estamos incentivando a implantação de Usinas de Triagem e Compostagem (UTC) e, em seguida, aterros sanitários de pequeno porte. Isso é uma alternativa viável, pois são ações de baixo custo e que podem trazer retorno financeiro, por meio do ICMS Ecológico”, explica.

Municípios mineiros que precisem de apoio para regularizar a situação da destinação dos resíduos sólidos podem entrar com contato com a AMM, por meio do departamento de Meio Ambiente (31) 2125-2418.

O governo federal permanecerá aberto ao diálogo com os municípios. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, reforçou, a importância de um trabalho conjunto nas cidades brasileiras para garantir o encerramento dos lixões. Segundo ela, lixões são formas inadequadas de disposição final de resíduos, que se caracteriza pela simples descarga do lixo sobre o solo, sem medidas de proteção ao meio ambiente ou à saúde pública.

“É intolerável que o país ainda lide com o lixo dessa forma”, declarou a ministra. Para ela, a gestão dos resíduos deve priorizar, também, a recuperação de áreas degradadas e a promoção da qualidade de vida. “Os caminhos precisam buscar essa conversão”, explicou.

Segundo a Lei de Crimes Ambientais, quem causar poluição que possa resultar em danos ao meio ambiente, incluindo a disposição inadequada de resíduos sólidos, pode levar multa de R$ 5 mil a R$ 50 milhões.

Publicada em 16/06/15

You may also like
Funasa disponibiliza auxílio para aquisição de veículos para resíduos sólidos
FUNASA publica edital para municípios até 50 mil habitantes
Plenário mantém prorrogação de prazo dos lixões
Envio de estudo sobre resíduos vai até setembro